Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sábado, 9 de setembro de 2017

    Etapa de audiências do Novo Plano Diretor de Campo Grande discute o Parque dos Poderes


    O Parque dos Poderes é considerado um dos principais cartões postais de Campo Grande, tanto pela beleza da fauna e da flora, típicas do cerrado que abriga, mas também por compreender diversos órgãos do Executivo, Legislativo e Judiciário do Estado de Mato Grosso do Sul, além de órgãos do Governo Federal, como a Justiça e a Receita Federal. Pensando em preservar essa riqueza natural da capital sul-mato-grossense, a Assembleia Legislativa, por intermédio do 2º secretário, deputado estadual Amarildo Cruz (PT) e, em parceria com a Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb) promove na próxima quinta-feira, dia 14 de setembro, às 19 horas, a audiência pública "Novo Plano Diretor de Campo Grande". 

    De acordo com o parlamentar, o objetivo é discutir questões essenciais sobre a reserva e seu entorno. "O parque dos Poderes é uma das principais referências da fauna e flora em Campo Grande e merece uma atenção especial para que seja preservado. Por isso, solicitamos ao prefeito Marcos Marcello Trad que incluísse a Casa de Leis no cronograma de audiências para tratar da revisão do novo plano diretor da capital", pontuou.

    Amarildo Cruz é autor do projeto de lei, já aprovado em 1ª votação, que cria o Complexo de Preservação, Proteção e Recuperação Ambiental dos Poderes do Estado de Mato Grosso do Sul, que abrange o Parque Estadual do Prosa, o Parque dos Podres e o Parque das Nações Indígenas. "Um local único, que possui em sua extensão, regiões de vegetação nativa que precisa de medidas protetivas. Nossa proposta prevê a proibição de desmatamento dessa área, incluindo todas as esferas do poder público", finalizou.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS