Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 11 de setembro de 2017

    ALCINÓPOLIS| Em parceria com a Educação, Secretaria Municipal de Saúde realizou ações de combate ao Aedes Aegypti nas escolas

    © Divulgação
    A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Programa Saúde na Escola (PSE), em parceria com o Controle de Vetores e Secretaria Municipal de Educação, realizou nas unidades escolares de Alcinópolis uma série de ações de combate ao Aedes Aegypti, mosquito responsável por causar doenças como Dengue, Zika Vírus e Chikungunya.

    Segundo informações da Saúde, entre as atividades desenvolvidas aconteceram apresentação de vídeos, palestras educativas e exposição da larva do Aedes Aegypti, além de distribuição de cartilha sobre o tema, que proporcionou aos alunos e seus professores a realização de trabalhos que foram apresentados posteriormente.

    © Divulgação
    A Escola Municipal Alcino Carneiro, Escola Municipal Miguel Antônio de Moraes, Centro Municipal de Educação Infantil, Brenno Crisóstomo Duart e Escola Estadual Professora Romilda Costa Carneiro aderiram ao Programa, ou seja, Alcinópolis tem 100% das escolas cadastradas.

    De acordo com a coordenadora do Programa Saúde na Escola, enfermeira Jaqueline Borges, as ações desenvolvidas foram elaboradas conforme cronograma estabelecido pelo grupo do PSE, coordenação de Endemias, coordenação da Vigilância Epidemiológica, coordenação do Programa Saúde na Escola e Comitê de Combate ao mosquito.

    © Divulgação
    Na Escola Estadual os trabalhos em sala de aula foram desenvolvidos por alunos do 2° ao 6° ano, que apresentaram o resultado final a toda comunidade escolar e familiares em forma de paródias e desenhos. Da mesma maneira aconteceu na Escola Municipal Miguel Antônio de Morais, na vila Novo Belo Horizonte, onde os trabalhos sobre o Aedes Aegypti foram apresentados por meio de paródias, desenhos e panfletagem realizada pelos alunos acompanhados dos professores e da coordenação de Endemias.

    A Escola Municipal Alcino Carneiro seguiu pelo mesmo caminho com apresentações de paródias, teatro com fantoche, danças, poemas e exibição de desenhos. Os melhores desenhos receberam destaque e as paródias serão gravadas e utilizas em campanhas de combate ao Mosquito.

    © Divulgação
    Já no Centro Municipal de Educação Infantil, levando em consideração o público-alvo, a abordagem foi diferenciada e a mensagem foi transmitida por meio de apresentação de vídeos infantis com a temática de Combate ao Aedes e orientações aos alunos, bem como a distribuição de panfletos.

    Além da articulação intersetorial entre Saúde e Educação, foi estabelecida parceria também com a Assistência Social, por meio do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) e Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS), Conselho Tutelar e Policia Militar. O trabalho aconteceu ainda em conjunto com os programas de Endemias, DST/AIDS, Saúde Bucal, Vigilância epidemiológica e Imunização.

    Para a secretária municipal de Saúde, Célia Regina Furtado dos Santos, o sucesso da ação se deve não só ao empenho dos alunos como também de seus professores, coordenadores, diretores, coordenação do controle de vetores, vigilância epidemiológica e Programa Saúde da Família, por meio dos profissionais que compõem o grupo de trabalho do Programa Estratégia Saúde da Família (ESF).

    O que é o Programa Saúde na Escola?

    O PSE é uma estratégia de integração da saúde e educação para o desenvolvimento da cidadania e da qualificação das políticas públicas brasileiras, visa contribuir para o fortalecimento de ações que integram as áreas de Saúde e Educação no enfrentamento de vulnerabilidades e ampliar as ações de saúde para estudantes da rede pública de educação básica. Sua sustentabilidade e qualidade dependem de todos nós!

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS