Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    30/09/2017

    Ação Cidadania atrai 2,7 mil pessoas e faz 4,7 mil atendimentos em Sidrolândia

    © Divulgação
    A 3ª edição deste ano da Ação Cidadania 2017, realizada neste sábado (30/09), em Sidrolândia (MS), pelo Sesi e TV Morena e com apoio da Prefeitura atraiu 2.791 pessoas e fez 4.749 atendimentos nas áreas de educação, saúde, cidadania e lazer, além do sorteio de 20 bicicletas entre o público presente. O evento, que começou às 8 horas e terminou às 15 horas, foi promovido no Ginásio Brizolão, localizado na Rua João Marcio Ferreira Lima Terra com a Rua Distrito Federal, no centro da cidade.
    © Divulgação
    “A Prefeitura de Sidrolândia entendeu que esse projeto poderia trazer benefícios para a população e que essa era uma oportunidade para o Sesi estender as ações do Sistema Fiems aqui para o município. Reunimos nossos parceiros e tivemos um dia bastante importante, realizando um trabalho extensivo para a comunidade local”, afirmou o superintendente do Sesi, Bergson Amarilla.

    Na avaliação do diretor da Fiems, Julião Flaves Gaúna, a Ação Cidadania é uma oportunidade para demonstrar a preocupação da indústria com o bem-estar da população. “Indo para o interior, percebemos as necessidades da população, que está presente de forma maciça aqui hoje. Esse evento é uma forma de mostrarmos que a indústria não está preocupada apenas com a produção ou com os lucros, mas também com a construção da cidadania”, declarou.

    Desenvolvimento

    O diretor-regional do Senai, Jesner Escandolhero, ressaltou a iniciativa do Sistema Fiems, visando levar desenvolvimento às várias regiões de Mato Grosso do Sul. “Sidrolândia é uma cidade estratégica para o desenvolvimento do Estado. Entendo ser importante que ela receba uma ação como essa, da Fiems, em parceria com o Sesi e com a TV Morena, congregando vários serviços e oportunidades oferecidos para a população”, comentou.

    O superintendente do IEL, José Fernando Amaral, reforçou a presença do instituto no evento. “O IEL está presente aqui, fazendo cadastramentos. Temos estagiários na prefeitura e em empresas do município e vejo que essa ação demonstra a força da Federação das Indústrias em sair da capital e ir para o interior, oferecendo seus serviços para a comunidade de Sidrolândia”, salientou.

    Para o diretor de marketing da TV Morena, Antônio Alves, a Ação Cidadania é uma forma de a empresa poder contribuir com a sociedade. “Ajudamos a preencher lacunas que o poder público não consegue atender. É uma forma de a iniciativa privada participar de forma ativa, contribuindo para a construção da cidadania”, concluiu.

    Parceiros

    O prefeito de Sidrolândia, Marcelo Ascoli, agradeceu a iniciativa da Fiems em realizar o programa no município. “É um momento muito bonito para Sidrolândia. Estamos muito felizes em ver a participação maciça da nossa comunidade aqui, que acordou de madrugada para fazer a fila. É um momento de lazer, de cidadania, de saúde e só podemos agradecer à Fiems por essa iniciativa. Sidrolândia está muito feliz com essa prestação de serviços tão essenciais à nossa população”, declarou.

    Já o deputado estadual Paulo Corrêa destacou a importância da Ação Fiems em Sidrolândia, um município próximo a Campo Grande e bastante industrializada. “Ficamos muito felizes por esse evento estar sendo realizado aqui. A fila antes da abertura dos portões revela como a população precisava de uma ação como essa. Temos uma cidade pujante e a Ação Cidadania traz dignidade à nossa comunidade”, ressaltou.

    Na avaliação do superintendente do Trabalho, Vladimir Struck, a Ação Cidadania é um evento muito importante para a população dos municípios onde o programa é realizado. “É uma iniciativa louvável da Fiems com a TV Morena e ficamos muito honrados por fazer parte disso. A Superintendência Regional do Trabalho está oferecendo os serviços de emissão de carteira de trabalho e ainda com a consulta ao seguro desemprego. Essa é uma novidade nossa, que irá beneficiar ainda mais a população de Sidrolândia”, pontuou.

    Moradores

    A dona de casa Geisiane Flores Pires, de 28 nos, elogiou a Ação Cidadania no município. “É um programa que oferece uma série de serviços para a população, que precisa muito. Eu vim para trazer minhas duas filhas, de 9 e 3 anos, para virem ao dentista. O atendimento é muito bom, pessoas atenciosas. Estou muito satisfeita”, disse.

    Já a aposentada Marilsa do Carmo Silva, de 65 anos, também destacou a atenção dos profissionais que prestavam serviços. “Está todo mundo de parabéns. Vim para atendimento oftalmológico com meu marido, porque não conseguimos marcar pelo SUS e essa é uma oportunidade de conseguirmos uma consulta”, afirmou.
    © Divulgação
    Na avaliação do estudante Almir Mario da Silva, de 17 anos, a Ação Cidadania deveria ser realizada mais vezes no município. “A gente precisa! Eu vim para tirar identidade e faz meses que estou tentando agendar pelo site e não consigo, então para mim é muito importante, mas na fila vi pessoas que estavam esperando há meses por um atendimento médico”, contou.

    O pedreiro Anderson Gregório Cabral, de 36 anos, estava ansioso pelo atendimento oftalmológico. “Já tem um ano que eu tento pelo posto e não consigo e hoje, graças à Ação Cidadania, estou tendo essa oportunidade. Aproveitei e trouxe meu filho de 16 anos para tirar o RG também, porque por aqui é bem mais rápido”, concluiu.

    Sorteio de bicicletas

    Além dos serviços oferecidos, a segunda edição do Ação Cidadania sorteou entre os participantes 15 bicicletas. Entre os premiados, o acadêmico de Direito, Rafael Bispo dos Santos Souza, compareceu ao Ação Cidadania para tirar a segunda via do RG e para atendimento odontológico e ficou surpreso ao ganhar a bicicleta. “Esse programa está sendo maravilhoso! Venho ter os atendimentos que preciso e ainda saio com uma bicicleta. Não poderia estar mais feliz, pois agora vou poder ir para o estágio com ela”, disse.

    Já Eliana Alves Duarte foi a sorteada mais nova do evento. Com apenas três anos, ela esteve no evento com a mãe, que buscava atendimento odontológico. “Como não tinha com quem deixa-la, trouxe comigo e acabou me dando sorte, porque além de conseguir ir ao dentista, ainda ganhamos a bicicleta. Na verdade foi ela, mas quem vai usar sou é”, comemorou.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS