Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 24 de agosto de 2017

    Vereadores votam criação de cadastro online de animais para adoção

    Serão votados quatro projetos de lei nesta quinta-feira, dos quais três autorizam a prefeitura a implantar ideias dos parlamentares

    Vereadores durante sessão no plenário da Câmara © Izaías Medeiros/CMCG
    Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande votam quatro projetos de lei na sessão desta quinta-feira (24). Entre eles, a proposta que autoriza o Executivo a disponibilizar na internet os cadastros dos animais disponíveis para adoção na Capital.

    Conforme a proposição, de autoria dos vereadores João Rocha (PSDB) e Francisco Carvalho (PSB), o cadastro seria de responsabilidade do Centro de Controle de Zoonoses, que ficaria a cargo de disponibilizar o banco de dados de animais disponíveis para adoção no site e nas redes sociais do município. Além de divulgar campanhas como posse responsável, leis contra os maus-tratos e abandono e vacinação.

    O Centro de Zoonozes também fica permitido a fazer parcerias com outros sites, entidades, associações e organizações, para providenciar o banco de dados dos animais recolhidos, para divulgação das feiras de adoções online.

    O projeto será analisado em primeiro turno de votação, assim como a proposta de João Rocha que declara de Utilidade Pública Municipal a entidade sem fins lucrativos Top Spin Tênis de Mesa.

    Em segunda discussão e votação, será analisada a proposição que autoriza a prefeitura a implantar equipamentos esportivos e de lazer adaptados para alunos com necessidades especiais nas escolas municipais de Campo Grande.

    De autoria do vereador Derly de Oliveira, o Cazuza (PP), tem como objetivo dar as mesmas condições para as crianças com necessidades especiais daquelas que não possuem nenhuma limitação, e incluir esses alunos na comunidade escolar.

    Por fim, também em segundo turno de votação, será analisada a autorização à prefeitura para implantar repúblicas para idosos de baixa renda, criando o “Programa Conviver”, de autoria de Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB).

    Fonte: campograndenews
    Por: Richelieu de Carlo


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS