Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 24 de agosto de 2017

    TRÊS LAGOAS| Vereadores entregam diploma de Mérito à Ordem a advogados

    Foram 16 advogados homenageados pelos relevantes serviços prestados no município

    Vereadores e homenageados durante a sessão solene © Divulgação
    Na noite desta quarta-feira (23), em uma sessão solene, os vereadores da Casa do Povo de Três Lagoas entregaram o diploma de Mérito à Ordem a 16 advogados que atuam no município, conforme Decreto Legislativo nº 4 de 7 de outubro de 2014, de autoria do vereador Marcus Bazé.

    Para compor a mesa, estavam presentes o presidente da subseção de Três Lagoas da OAB, Antônio Corcioli, o delegado regional Rogério Fernandes Marqueti Ferreira, o vice-prefeito Paulo Salomão, a promotora da Vara da Infância, Ana Cristina Carneiro, e o vereador André Bittencourt, presidente da Câmara. Os vereadores também ocuparam lugar de honra durante a solenidade.

    Bittencourt cedeu seu posto para o autor do decreto que instituiu a honraria no município, o vereador Marcus Bazé, que declarou aberta a sessão solene. Na sequência, cada vereador fez a entrega do diploma e da medalha ao seu advogado homenageado:

    - Vanderlei José da Silva (Ver. Sargento Rodrigues)

    - Olavo Colli Júnior (Ver. André Bittencourt)

    - Clayton Mendes de Moraes (Ver. Realino)

    - José Pereira da Silva (Ver. Renée Venâncio)

    - Paulo Henrique Rosseto de Souza (Ver. Davis Martinelli)

    - Jackeline Torres de Lima (Ver. Prof. Flodoaldo)

    - Roberto Lourenço Ribeiro (Ver. Gilmar Garcia)

    - Patrícia Gonçalves da Silva Ferber (Ver. Cristina)

    - André Milton Denys Pereira (Ver. Apóstolo Ivanildo)

    - Luiz Henrique Gusmão (Ver. Jorginho do Gás)

    - Valdeci Vasconcelos Júnior (Ver. Luiz Akira)

    - Roseli Martins de Queiroz (Ver. Marcus Bazé)

    - Simone de Siqueira Ferreira (Ver. Marisa)

    - Manoel Zeferino de Magalhães Neto (Ver. Silverado)

    - Michel Ernesto Flumian (Ver. Cascão)

    - Antônio Elias Galo (Ver. Luciano Dutra)

    A advogada Roseli Martins de Queiroz foi homenageada em nome de todos os advogados e representando as mulheres na advocacia. “Nós, mulheres advogadas, conquistamos muito espaço, o mais recente, o direito de exercer a maternidade”, afirmou Roseli Martins.

    O advogado Luiz Henrique Gusmão agradeceu e afirmou ser uma honra estar ao lado de tantos bons profissionais. "Muito embora muitos critiquem esta homenagem, para os advogados, ela é um resgate da dignidade da profissão de advocacia", ressaltou Gusmão.

    Cada vereador utilizou a tribuna para falar um pouco do seu homenageado e sobre a importância desta carreira. "Três Lagoas precisa muito do trabalho de vocês, principalmente, a população mais carente", afirmou o vereador Realino.

    Para o vereador Professor Flodoaldo, foi difícil escolher um advogado dentre tantos bons que atuam na cidade. “Eu quero homenagear a todos os advogados, os carregadores de pastas, aqueles das delegacias e dos fóruns, homenagear aqueles que garantem a Justiça”, frisou o vereador Gilmar Garcia.

    Com um provérbio, o vereador Apóstolo Ivanildo fez sua homenagem: “Não é bom favorecer os ímpios para privar da justiça o justo” (Provérbios 18:5). Afirmando que homenagens devem ser feitas em vida, o vereador Jorginho do Gás destacou: "vocês são fundamentais na vida de muitas pessoas, buscando os argumentos necessários para fazer justiça”. E concluiu com um pedido: "que todos os advogados de Três Lagoas atuem em prol do nosso município".

    Marcus Bazé frisou que a honraria, inicialmente, gerou críticas, mas a obstinação para sua realização é algo parecido com o ímpeto dos advogados, que não fogem de uma “peleia”. “Espero que a honraria não deixe de ser concedida nas próximas legislaturas”, desejou Bazé.

    O vereador André Bittencourt falou sobre seu homenageado, Dr. Olavo Colli Júnior, da Defensoria Pública, local onde a população que mais precisa de ajuda vai procurar a justiça. "Advogados são a ponta da lança de quem quer requerer a justiça. Ser advogado não é terminar uma faculdade, é passar no temido exame da Ordem. As pessoas que advogam são selecionadas", ressaltou Bittencourt.

    O vice-prefeito, Paulo Salomão, destacou que ser advogado é sinônimo de ética e respeito. “Se o Brasil passa por um processo de moralização, é por causa de um juiz, que antes foi advogado", ressaltou a importância da categoria para o futuro da nação.

    Para encerrar, o presidente da subseção da OAB em Três Lagoas, Antônio Cocioli, falou da emoção de ver colegas sendo homenageados. Destacou os vários anos de OAB no município e lembrou as bandeiras defendidas pela instituição.

    "Ser advogado não é apenas uma consagração acadêmica, mas sim uma concretude profissional. Sem a existência do advogado, a justiça não seria possível", ressaltou Cociolli. “A base da liberdade individual, inclui conhecer direitos”, acrescentou .

    Ele citou alguns dos critérios para concessão do Mérito a Ordem: “o exercício da advocacia por cinco anos e reputação ilibada”. E finalizou anunciando uma meta da OAB na comarca: “Hoje temos 766 advogados e a meta é chegar a 1000, ainda em 2017”.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS