Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 17 de agosto de 2017

    TRÊS LAGOAS| Ouvidoria ajuda na humanização e eficiência dos serviços de Saúde

    Este é um sistema de comunicação e atendimento à população para facilitar sugestões, elogios, reclamações, pedidos e denúncias

    © Divulgação
    A Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Diretoria de Relações Institucionais da Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), mantém ativo o Sistema de Ouvidoria da Saúde, como um dos principais instrumentos que viabilizam à população o direito do exercício da cidadania, com o objetivo de ajudar no processo de humanização e de melhoria da eficiência dos serviços da Saúde.

    Para tanto, a função da Ouvidoria da Saúde “é intermediar as relações entre os cidadãos e os gestores do SUS (Sistema Único de Saúde), envolvendo coordenadores, diretores e secretária de Saúde, para promover a comunicação entre eles, formar laços de confiança e de colaboração mútua, com fortalecimento da cidadania”, explicou a coordenadora do Sistema de Ouvidoria da Saúde de Três Lagoas, Adriana Cristina da Silva.
    © Divulgação
    Junto com a ouvidora Regiane Bononi, Adriana explica que “o trabalho é promover a cidadania em saúde e produzir informações que subsidiam o gestor nas tomadas de decisões que atendam melhor às necessidades da nossa população”, ressaltou Adriana.

    Segundo a diretora de Relações Institucionais da Saúde, Rosalba Maria do Nascimento, “é por meio da Ouvidoria da Saúde que chegam até nós, como gestores, as mais variadas manifestações de apoio e críticas, denúncias, elogios, reclamações, solicitações, pedidos de informações e também sugestões para a melhoria da qualidade dos nossos serviços”.

    “É um espaço importante para o exercício da cidadania e que muito tem nos ajudado a melhorar os índices de humanização dos serviços da Saúde”, completou Rosalba.

    FUNCIONAMENTO

    O Sistema de Ouvidoria da Saúde de Três Lagoas segue os mesmos padrões de funcionamento e de atendimento aos cidadãos, estabelecidos pelo SUS, por meio de ações conjuntas do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul com a SMS.
    © Divulgação
    Por isso, como explicou a coordenadora Adriana, as manifestações dos cidadãos são registradas no Sistema Ouvidor SUS, Sistema do Ministério da Saúde, e encaminhadas aos responsáveis pela área da Saúde em questão, para que tome as providências devidas.

    “Na maioria das vezes, são desabafos da população e nosso trabalho é fazer o filtro, ou seja, a leitura do conteúdo desses desabafos, porque todo o cidadão merece respeito e atenção e tem o direito a ser ouvido com atenção”, comentou a coordenadora da Ouvidoria.

    ATENDIMENTO

    A Ouvidoria da Saúde possui várias formas de atendimento à população, para que possa exercer seu direito de cidadão e cidadã.

    As manifestações podem ser de forma anônima, sem a necessidade de identificação pessoal, ou de forma completa, informando nome completo, endereço, telefone e e-mail, para facilitar as respostas que se tornam necessárias e que demonstram “que os gestores da Saúde estão tomando as devidas providências em atenção ao cidadão”, observou Adriana.

    O contato com a Ouvidoria pode ser pelas seguintes modalidades: por telefone (0800-647-1001 ou 2929-1279); pessoalmente, de segunda-feira a sexta-feira, na Avenida Eloy Chaves, número 867, no Centro, ao lado da Clínica de Diagnóstico e Cirurgia, no horário de expediente (das 7h às 11h e das 13h às 17h); por e-mail (ouvidoria@treslagoas.ms.gov.br); por formulário WEB no site da Saúde do Ministério da Saúde; e também por cartas que podem ser depositadas em urnas da Ouvidoria da Saúde, colocadas na recepção da maioria das Unidades de Saúde de Três Lagoas.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS