Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 15 de agosto de 2017

    TRÊS LAGOAS| CEI cria espaços lúdicos para facilitar processo de aprendizagem

    Os ambientes ficam espalhados pela unidade e cada um tem uma função específica

    © Divulgação 
    Aprender brincando é comprovado cientificamente que é o melhor método que pode ser adotado na alfabetização de crianças, por isso, o Centro de Educação Infantil Novo Alvorada, voltado a atender crianças de zero até três anos de idade, que faz parte da Rede Municipal de Ensino (REME) da Prefeitura de Três Lagoas, preparou diversos espaços lúdicos, dentro da Escola, que misturam a diversão com a informação.

    Em um canto fica o espaço da fazenda, em outro a floresta, acolá a cozinha, em outro espaço o ambiente com brinquedos, livros, espaço do teatro e assim os diversos temas foram tomando conta do salão principal, corredores e banheiros do CEI.

    A ideia foi da diretora da unidade, Milena Prado, que explica que “as crianças ficam muito presas em sala de aula, por isso precisamos proporcionar esses espaços lúdicos que permitem brincar e trabalhar a imaginação. Pesquisei muito antes de realizar o projeto e sei que deu certo pelo brilho no olhar deles”, comenta.
    TRÊS LAGOAS_JAE
    Oscar Rocha, que é pai do pequeno Alison Gabriel, acha interessante a iniciativa. “As crianças aprendem mais brincando e, a forma lúdica, permite isso. Além disso, possibilita o desenvolvimento intelectual e motor da criança. Meu filho, mesmo quando é final de semana, quer vir à escola e fica bravo quando não pode”, explica.

    Nataly Medeiros, mãe da pequena Lorena Medeiros, diz que a filha pede muito para ir a escola. “Ela fala constantemente da professora, das cuidadoras e dos amigos. É importante esse método, pois o que ela aprender aqui ficará gravado para sempre em sua memória, ainda mais pela forma que as informações são passadas”, diz.

    Além dos espaços criados na parte interna do prédio, o local ainda ganhou uma horta, feita em parceria com um projeto de uma empresa multinacional instalada na cidade, além de jardins, playground e uma “praia” feita com pneus descartados. “Esses espaços permitem que eles interajam e brinquem bastante e, com isso, aprendam diversas lições sobre o convívio social e a natureza”, finaliza Milena.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS