Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 25 de agosto de 2017

    Justiça sul-coreana condena herdeiro da Samsung a 5 anos de prisão

    Lee Jae-yong teria pago propina à ex-presidente sul-coreana Park Geun-hye em troca de privilégios concedidos à empresa

    © Reuters
    O herdeiro da Samsung, Lee Jae-yong, foi condenado nesta sexta-feira (25) a cinco anos de prisão por ter pago propina à ex-presidente sul-coreana Park Geun-hye em troca de privilégios concedidos à empresa.

    Segundo informações do G1, a ex-presidente sul-coreana foi presa em 31 de março, após um tribunal aprovar sua detenção no escândalo de corrupção que provocou seu impeachment. Ela nega todas as acusações.

    Os promotores consideraram Lee, que é vice-presidente da Samsung Electronics e filho do presidente do grupo Samsung, Lee Kun-hee, como o "beneficiário final" dos crimes cometidos no escândalo de corrupção.

    "Os acusados tinham vínculos estreitos com o poder e buscavam benefícios pessoais", afirmaram os promotores.

    Lee comanda a Samsung desde que seu pai sofreu um ataque cardíaco, em 2014. Ele alega que não teve nenhum papel nas decisões da empresa e que "escutava na maioria das vezes os outros diretores".

    Fonte: NAOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS