Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    07/08/2017

    Jovem é morto em confronto com a polícia após roubar de carro de luxo

    Trio abordou vítima em posto de gasolina e levou Land Rover; veículo foi encontrado com ajuda rastreamento de celulares

    © Ilustração
    Um jovem de 19 anos morreu na madrugada desta segunda-feira (7), após roubar um Land Rover Discovery na Avenida Eduardo Elias Zahran- região sul de Campo Grande. Segundo a Polícia Militar, Thyerri da Silva Campos e mais dois comparsas roubaram o carro em um posto de gasolina que fica na via e fugiram. Durante perseguição policial os mesmos teriam atirado contra os militares, que revidaram os disparos. O suspeito estaria armado com revolver calibre 32.

    De acordo com a PM, Thyerri estava acompanhado de Lucas da Silva de Campo Gonzaga, de 23 anos, e outro comparsa identificado apenas como Vitor. O trio abordou as vítimas, que tiveram a identidade preservada, por volta da 00h15 e fugiram com o carro sentido saída para São Paulo.
    Marcas de sangue ainda estão no local do confronto. (Foto: André Bittar)
    Com ajuda de dois aparelhos celulares, que estavam dentro do carro, os militares conseguiram rastrear o veículo e começaram perseguir os suspeitos. No primeiro momento o carro foi avistado na Avenida dos Cafezais, mas sem sucesso no acompanhamento, a PM perdeu os suspeitos.

    Depois o carro foi novamente localizado na Avenida Gury Marques, onde a perseguição começou e foi até a Rua Arceburgo, no Jardim Santa Felicidade, quando os suspeito perderam o controle do Land Rover, bateram o veículo e desceram do carro na tentativa de fugir andando.

    Ainda conforme relatos da PM, Thyerri teria atirado contra os militares, que revidaram os disparos. O suspeito foi atingido pelos tiros dos policiais e socorrido para a Santa Casa de Campo Grande pelos militares. Conforme a polícia, ele chegou no hospital sem vida. Com ele foi encontrada a chave de um carro modelo Zafira e uma corrente de ouro.

    Lucas se entregou a polícia e Vitor tentou fugir pulando muros de residências, mas foi pego pelos militares. Conforme a PM, os suspeitos disseram que o zafira estava em uma casa no bairro Rita Vieira e era usado para a prática de crimes. O veículo foi encontrado e apreendido. A polícia ainda encontrou com a dupla mais quatro celulares.

    De acordo com a PM, o caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro como homicídio decorrente de oposição à intervenção policial, associação criminosa armada, roubo majorado pelo concurso de pessoa e pelo emprego de arma.

    Fonte: campograndenews
    Por: Yarima Mecchi


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS