Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    11/08/2017

    FIGUEIRÃO| Acompanhado de Rosalin, Junior Mochi ministra palestra sobre "Crise Politica e Econômica" que assola o país

    © Divulgação
    A maior parte das tarefas públicas está sob a responsabilidade do município, no entanto de tudo que é arrecadado no Brasil apenas 14% retorna aos municípios. Estamos vivendo momentos difíceis, em que 20 estados não conseguem cumprir com a folha de pagamento. Com esta afirmação o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, o Deputado Júnior Mochi, abriu a reunião com os servidores municipais de Figueirão, orientando todos à economia. A reunião aconteceu nesta quinta-feira (10), na sede da Prefeitura.

    “Existem medidas duras que deverão ser executadas. Enquanto trabalhador público temos que fazer nossa parte, desde apagar a luz, consumo correto de combustível, entre outras ações, que fazem com que possam ser atendidas as demandas necessárias para um bom desenvolvimento do município. É ao servidor público que cabe a priorização das coisas que são necessárias para o bom andamento do município”, relata o deputado na presença do Prefeito, Rogério Rosalin, de demais integrantes do executivo e do legislativo de Figueirão.

    © Divulgação
    Segundo Rosalin o momento é de apertar os cintos. “Ontem publicamos uma notícia para compartilhar com a população os números relacionados à gestão. Não são nada favoráveis, mas tenho que mostrar a realidade. E mesmo com as dificuldades fomos lembrados hoje, pela imprensa, como a região onde os prefeitos têm maior comprometimento, estamos na 12ª colocação, reflexo desses servidores que se fazem presente aqui e que entendem a necessidade”, pontua.

    Mochi considera os servidores como grandes aliados da população e do prefeito, ressaltando que o cargo do executivo é temporário e transitório, mas que os servidores é que ficam e fazem o trabalho. “Com organização e com responsabilidade os servidores conseguem fazer aquilo que o gestor está lhe concedendo, principalmente as oportunidades para crescer juntos. Quando há prioridades elencadas em cada setor da administração pública as coisas sempre acontecem com muita celeridade. Mas é imprescindível que todos servidores que estão aqui saibam que o gestor tem trabalhado seriamente em prol do que Figueirão tem de necessidade”, enfatiza o presidente da Assembleia Legislativa.

    © Divulgação
    Na ocasião, o deputado Mochi discorreu acerca do momento político atual porque passa o País e parabenizou o prefeito Rogério e toda a sua equipe de trabalho pelos excelentes resultados conseguidos até aqui, na questão de gestão austera, transparente e responsável, dizendo que Figueirão tem servido de exemplo para outras prefeituras do Estado.

    Investir em ações preventivas foi uma das soluções apresentadas pelo deputado. “Um exemplo grande para sanar o problema da saúde em MS é trabalhar com o Trânsito, por exemplo, pois 60% dos atendimentos da Santa Casa de Campo Grande, são vítimas de acidentes de trânsito. Isso pode ser replicado, em suas devidas proporções, no município de Figueirão, orientando a população quanto à necessidade de se prevenir, em vez de remediar”, relata.

    “Todos sabemos que estamos num momento político delicado, onde muitas autoridades tem se mostrado comprometidas com a corrupção que assola o País, mas que a nós não afeta, porque sempre nos pautamos pela retidão na conduta de nosso mandato e nos cuidados com a coisa pública”, disse o deputado, que já está em seu 4º mandato.

    Além dos servidores participaram da reunião com o deputado estadual Junior Mochi e com o prefeito, Rogério Rosalin, o vice-prefeito Fernando Martins, vereadores, secretários municipais, responsáveis por órgãos estaduais no município, Iagro, Detran, Sanesul, Polícia Militar, funcionários da prefeitura e diversas pessoas da comunidade.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS