Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    03/08/2017

    Em audiência, SPU confirma a Moka cessão do terreno para hospital da Cassems, em Corumbá

    © Divulgação
    O senador Moka (PMDB-MS) esteve, mais uma vez, em audiência, nesta quinta-feira, 03, na Secretaria do Patrimônio da União, em Brasília, tratando da cessão de terreno para a construção do Hospital da Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul (Cassems).

    O hospital envolve recursos em torno de R$10 milhões, ocupando uma estrutura de 2,6 mil m², na rua Monte Castelo, no bairro Popular Velha, na cidade de Corumbá, em terreno oferecido pela Prefeitura de Corumbá.

    © Divulgação
    Na audiência, o secretário de Patrimônio da União, Sidrack de Oliveira Correia Neto, comprometeu-se com o senador Moka (PMDB-MS) a encaminhar, ainda nesta quinta-feira, 03, à Superintendência do Patrimônio da União do Mato Grosso do Sul, a portaria que oficializa a doação de terreno da União à prefeitura de Corumbá, viabilizando sua cessão à Cassems para construção do hospital.

    Na verdade, trata-se de uma permuta de terrenos entre a prefeitura corumbaense e a União, possibilitando que, legalmente, o terreno que pertencia à União seja repassado à Cassems, pela prefeitura, uma vez que não é possível à União doar terreno a entidades privadas.

    Os recursos para obra são de iniciativa da CASSEMS, com a participação de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro Oeste, e a continuidade da construção do hospital, dependia desta autorização, que agora ficará oficializada com a publicação de Portaria autorizativa que será publicada, nesta sexta-feira, 04.

    O novo hospital da Cassems, em Corumbá, não atenderá apenas servidores públicos, mas, também, pacientes do Sistema Único de Saúde, melhorando, bastante, o atendimento, à população, da rede hospitalar sul-mato-grossense.

    Ainda nesta quinta-feira, 03, o senador Moka conversou com o presidente da Cassems, Ricardo Ayache, repassando a informação. Ayache agradeceu a participação do senador Moka, adiantando que a cessão oficial do terreno possibilitará a aceleração das obras, com praticamente 40% de seu cronograma já cumprido.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS