Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 21 de agosto de 2017

    Em apoio ao ‘Agosto Lilás’, Coronel David incentiva mulheres vítimas de violência a denunciar agressores

    A Campanha Agosto Lilás, tem o objetivo de sensibilizar a sociedade sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher


    Estamos no Agosto Lilás, mês que também celebramos os 11 anos da Lei Maria da Penha, instituída com o objetivo de conceder medidas protetivas às mulheres vítimas de violência física, moral, patrimonial, sexual, emocional ou psicológica.

    Aproveitando a importância do debate e o combate a impunidade e a violência deliberada contra as mulheres, o deputado estadual Coronel David (PSC) reforça que desde a época em que era comandante geral da PM/MS trabalhou para combater esse crime, criando uma cartilha denominada POP (Procedimento Operacional Padrão), que é um protocolo com procedimentos e condutas adequadas no atendimento à mulher vítima deste crime. “Homem que bate em mulher é um covarde e esse tipo de atitude não deve ser tolerada, pois a violência vai muito além de uma agressão física, sexual ou moral. Muitas mulheres ficam marcadas pelo resto da vida e como atuante da segurança pública há mais de 30 anos, sei o quanto é importante que as mulheres se sintam seguras. Criamos esta cartilha para orientar um atendimento adequado a essas mulheres vítimas de violência e reforço que elas devem denunciar, para que a Justiça coloque atrás das grades esses agressores. Enquanto parlamentar vou sempre apoiar a punição severa aos agressores e que as vítimas sejam adequadamente acolhidas para recuperar a dignidade perdida nesses momentos de vulnerabilidade e opressão”, comentou o parlamentar.

    Apoio às mulheres vítimas de violência

    Em 2016, o deputado estadual Coronel David (PSC) solicitou ao Poder Executivo Estadual que criasse uma lei com o objetivo de inclusão de critérios que priorizem as mulheres vítimas de violência doméstica no acesso a programas habitacionais empreendidos pelo governo do Estado de Mato Grosso do Sul. A atenção às mulheres agredidas é uma das bandeiras defendida pelo parlamentar, que tem 30 anos como policial militar, e que conhece a dificuldade que elas convivem. "Estas mulheres precisam deste apoio por parte do poder público, uma vez que, muitas vezes elas acabam morando com o agressor, por não ter para onde ir. E com esta ajuda, cria-se uma perspectiva de vida para elas", frisou o parlamentar.

    A Campanha Agosto Lilás, tem o objetivo de sensibilizar a sociedade sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher e divulgar a lei Maria da Penha com a realização de mobilização, palestras, debates, panfletagens, eventos e seminários.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS