Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 23 de agosto de 2017

    Eduardo Cunha pede imunidade a parentes para aceitar delação

    Ex-presidente da Câmara quer livrar a família de eventuais punições na Lava Jato

    © José Cruz/Agência Brasil
    A Procuradoria-Geral da República segue conversando com Eduardo Cunha a fim de convencer o ex-presidente da Câmara a delatar. O interesse da PGR, segundo a Folha de S. Paulo, aumentou depois de o doleiro Lúcio Funaro, operador do PMDB, ter dito que tomou conhecimento de determinados fatos por meio de Cunha.

    Como condição para falar, ainda segundo a Folha, o peemedebista teria exigido imunidade aos parentes investigados na Lava Jato.

    No pedido de prisão contra o ex-deputados, os procuradores da operação alegam haver evidências de que os três filhos de Cunha participaram de uma "série de fatos criminosos graves", como recebimento de propinas e lavagem de dinheiro - a esposa de Cunha, Cláudia Cruz, foi absolvida pelo juiz federal Sérgio Moro da denúncia de ser beneficiária de dinheiro lavado no exterior.

    Fonte: NAOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS