Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    domingo, 13 de agosto de 2017

    Desentendimento em ônibus faz PM matar papiloscopista

    Corpo do policial civil foi levado para necrópsia em Dourados

    © Ilustração
    Um papiloscopista da Polícia Civil foi morto por um policial militar em Naviraí, a 358 quilômetros de Campo Grande.

    Perito papiloscopista da Polícia Civil Jhones Gegiori Borges, 38 anos
    © Arquivo Pessoal/ Facebook
    O crime aconteceu na madrugada deste domingo, em um ônibus de viagem que seguia para o município no sul do Estado. Os nomes dos envolvidos ainda não foram divulgados. O policial civil foi morto após o PM ter flagrado o homem se masturbando durante o trajeto. 

    “O papiloscopista tentou sentar ao lado do PM no ônibus, mas ele não deixou. Aí sentou no banco de trás. Quando o PM percebeu o que estava acontecendo deu voz de prisão e sacou a arma. Sem saber que o homem era policial civil e também estava armado”, informou um policial civil que pediu para não ter o nome divulgado.

    O PM atirou e matou o papiloscopista quando percebeu que ele estava armado. O corpo do policial civil será levado para a Unidade Regional de Perícia e Identificação (URPI) em Dourados, a 139 quilômetros de Naviraí.

    Fonte: CE
    Por: NATALIA YAHN


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS