Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 3 de agosto de 2017

    Deputado Dr. Paulo Siufi critica o descumprimento do acordo de regularização de repasse do incentivo estadual dos agentes de saúde

    © Divulgação
    A sessão plenária desta quinta-feira (3/8), contou com a presença dos Agentes Comunitários de Saúde, Agentes de Controle de Endemias e Agentes de Saúde Pública, que queixaram-se pelo descumprimento do acordo que o Secretário de Estado de Fazenda, Márcio Monteiro, fez com a categoria, em regularizar os repasses do incentivo estadual.

    O acordo realizado em junho teve a intermediação do deputado e Presidente da Comissão Permanente de Saúde da Assembleia, Dr. Paulo Siufi, que esteve junto com o presidente do Sisem (Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Grande), Marcos Tabosa, na Sefaz, solicitando a regularização. No dia, o secretário acordou que os incentivos atrasados seriam pagos em duas parcelas por mês. Porém, segundo Tabosa, os agentes comunitários de saúde ainda não receberam. O incentivo previsto na Lei Estadual 4.841, de 14 de abril de 2016 está em atraso para os agentes comunitários de saúde há seis meses e para os agentes de saúde pública e de controle de endemias há 13 meses.

    “Essas pessoas programam esse dinheiro, contam com ele todo mês, fazem planos e o secretário falta com a verdade e descumpre o acordo. É inadmissível fazer isso com esses trabalhadores”, criticou o Deputado Dr. Paulo Siufi.

    Segundo o vice-líder do governo na Casa, o governo reconhece seis meses de atraso, que deveriam começar a ser pagos até 31 de julho, mas devem ser repassados à conta da Prefeitura de Campo Grande, responsável pelo pagamento aos servidores, entre hoje e amanhã, sexta-feira (4).

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS