Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    18/08/2017

    Dado Dolabella alega não ter dinheiro e pode ser transferido para Bangu

    O ator declarou que já pediu a revisão dos valores na pensão

    © AgNews
    Preso na tarde desta quinta-feira (17) por dever mais de 196 mil de pensão alimentícia ao filho Eduardo Neves Dolabella, o ator Dado Dolabella aguarda uma decisão favorável a ele na Justiça. O delegado do caso, Antonio Ricardo Nunes, da 11ª DP (Rocinha), entretanto, diz que Dado deve continuar preso por alegar que não possui dinheiro para quitar a dívida.

    "Posso garantir que ele só sai da delegacia direto pra casa dele com alvará de soltura. Ele ser solto vai depender da Justiça, mas eu acho difícil de ele conseguir isso hoje porque ele diz que não tem dinheiro", entregou o delegado ao G1.

    O ator alegou, também, que já pediu a revisão dos valores da pensão, no processo está em andamento desde 2014, na 1ª Vara de Família da Barra da Tijuca, definidos quando ele ainda tinha contrato de trabalho.

    Ainda segundo o delegado, Dado pode ser transferido para Bangu, para ficar junto de outros presos que também devem pensão.

    A mãe do artista, Pepita Rodrigues, comentou o assunto e partiu em defesa do filho. "Foi uma loucura, estou embasbacada. O advogado estava tentando baixar a pensão, que é muito alta, ele não estava conseguindo pagar, só está fazendo um trabalhinho aqui e outro ali para conseguir comer", revelou a atriz. 

    Eduardo Neves Dolabella, é filho de Dado com a advogada Fabiana Vasconcelos Neves.

    Fonte: NAOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS