Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 11 de agosto de 2017

    COSTA RICA| Gestores Municipais participam de reunião com IBGE e criam a Comissão Censo Agropecuário 2017 no município

    © ASSECOM/PMCR
    O vice-prefeito Roberto Rodrigues, o secretário Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Ailton Martins de Amorim, o engenheiro Agrônomo da Agraer – Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural – de Costa Rica – MS Alan Ricardo Novaes e os vereadores Artur Baird, Claudomiro Martins “Cocó”, Antônio Divino Félix “Tonin Félix” e Rosângela Marçal participaram no último dia 03 de agosto de 2017, de uma reunião com o chefe da Agência do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – de Coxim – MS, Jairo Antônio de Queiroz.

    Durante a reunião realizada no Plenário da Câmara de Vereadores, o representante do IBGE passou todas as informações sobre como vão funcionar as coletas e enfatizou a importância de se instalar a Comissão Municipal do Censo Agro 2017.

    Roberto Rodrigues, no ato representando o prefeito Waldeli dos Santos Rosa, afirmou que o Governo Municipal é parceiro da instituição na adequação de um espaço que será o posto de coleta de informações do IBGE. "É muito importante que ocorra este levantamento para haver informações. O agronegócio movimenta o País e deve ter o devido reconhecimento. No que cabe a Administração Municipal, daremos total apoio e estamos à disposição", assegurou o vice-prefeito.

    Ao finalizar sua apresentação, Jairo Queiroz criou a Comissão Municipal do Censo Agro 2017 que foi integrada por representantes do Poder Executivo, Poder Legislativo, Agraer, entre outros. “Essa comissão acompanhará as etapas censitárias desde a fase de preparo da operação de campo, a coleta de dados até a divulgação dos resultados preliminares”, explicou o chefe do órgão federal ao complementar que “o Censo será completamente digital, facilitando o processamento, a análise e a divulgação”.

    O chefe da Agência de Coxim enfatizou ainda durante a reunião que como parte do apoio, o IBGE solicita que os produtores rurais sejam receptivos aos recenseadores, uma vez que o trabalho desempenhado contribuirá amplamente com o mapeamento do agronegócio, permitindo uma visão mais contundente e ações mais diretas. “Contamos com a compreensão e apoio dos produtores, do Governo Municipal, Agraer, dos vereadores, em fim de todos os envolvido direto e indiretamente para que a receptividade aos recenseadores seja boa e possamos chegar aos dados", disse Jairo de Queiroz.

    O Censo Agropecuário pretende investigar todos os estabelecimentos agropecuários dos municípios brasileiros, levantando informações sobre agricultura, extração vegetal, silvicultura, criação de animais de grande, médio e pequeno porte, aquicultura, criação de abelhas, criação de bicho-da-seda, beneficiamento e transformação de produtos agropecuários.

    “O Censo começa em 1º de outubro e vai até fevereiro de 2018, cinco meses de coleta. Nós estamos implantando a Comissão Municipal, que é uma parceria para que o município possa nos ajudar na divulgação do Censo, no suporte às equipes de recenseadores, para que o trabalho seja realizado da melhor maneira possível. A comissão é presidida por mim e tem a participação dos órgãos públicos competentes”, explicou Jairo de Queiroz.


    Por: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS