Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 3 de agosto de 2017

    Conselho de Ética define relator de denúncia contra senadoras dia 8

    Ângela Portela (PDT-RR), Fátima Bezerra (PT-RN), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Lídice da Mata (PSB-BA), Regina Sousa (PT-PI) e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) ocuparam a Mesa do plenário durante sessão em que foi votada a reforma trabalhista

    © Antonio Cruz/Agência Brasil
    O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado deve definir na próxima terça-feira (8) o relator da denúncia contra as seis senadoras que ocuparam a Mesa do plenário durante a sessão em que foi votada a reforma trabalhista, em julho.

    A convocação dos membros do conselho para a reunião foi feita nesta quinta (3) pelo presidente do colegiado, senador João Alberto Souza (PMDB-MA). As informações são da Agência Brasil.

    A denúncia contra as senadoras Ângela Portela (PDT-RR), Fátima Bezerra (PT-RN), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Lídice da Mata (PSB-BA), Regina Sousa (PT-PI) e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) é de autoria do senador José Medeiros (PSD-MT) com apoio de mais 14 senadores. Ao documento também foi juntado um pedido de reconsideração do caso, assinado por 21 senadores.

    Caso o Conselho de Ética decida que a denúncia é procedente, as senadoras podem ser punidas com penas que variam de advertência e censura (verbal ou escrita), perda temporária do exercício do mandato e, em último caso, a perda do mandato, que teria que ser decida pelo plenário da Casa.

    As senadoras ocuparam a Mesa do Senado em protesto para tentar impedir a votação da reforma trabalhista. Com informações da Folhapress.

    Fonte: NAOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS