Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 25 de agosto de 2017

    Cabo do Exército lotado em Ponta Porã participa de roubo a família

    Militar e comparsas foram presos por policiais do Defron

    Os suspeitos Luciana de Assis Cordeiro, Vagner Bezerra Gomes e Thiago de Lima Silva, presos ontem pelo Defron e que atuaram com cabo do Exército - Divulgação/Defron
    Cabo do Exército é suspeito de participar de roubo em residência. Ele agiu com outras três pessoas e a família que foi vítima do crime ficou amarrada. Os bandidos levaram R$ 26 mil, uma caminhonete Hilux e diversos objetos. Os detalhes da ação e a prisão dos envolvidos foram divulgados hoje.

    O assalto aconteceu no dia 31 de julho no Distrito de Itanhum e policiais da Delegacia Especializada de Repreensão aos Crimes de Fronteira (Defron) conseguiram identificar os três suspeitos. Para entar na residência, os bandidos estavam encapuzados e armados.

    O primeiro a ser encontrado foi Jean Carlos Boveda, de 21 anos, lotado em base do Exército em Ponta Porã. Ele foi preso no dia 15 deste mês, com apoio do Comando do Exército. 

    Os outros identificados foram Vagner Bezerra Gomes, 22 anos, Thiago de Lima Silva, 20, e Luciana de Assis Cordeiro, de 32 anos. Todos eles moram no Assentamento Itamarati, distrito de Ponta Porã.

    Os três foram alvos de mandados expedidos pela Justiça Estadual. Os pedidos de dois mandados de prisão e três de busca e apreensão foram feitos pelo delegado titular da Defron, João Alves de Queiroz.

    A prisão deles ocorreu na quinta-feira (24) de manhã no Assentamento Itamarati. Na casa de Luciana, inclusive, os policiais encontraram um dos celulares roubado da família, revólver calibre .38 usado no assalto, uma espingarda calibre .12 e 23 cédulas de moeda falsa.

    "Jean, Vagner, Thiago e Luciana foram indiciados pelo crime de roubo majorado, sendo que Luciana responderá ainda pelo crime de posse de arma de fogo. Os quatro se encontram presos à disposição da justiça", informou nota do Defron.


    Fonte: CE
    Por RODOLFO CÉSAR


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS