Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sábado, 22 de julho de 2017

    VÍDEO| Por ordem de delegado, Bombeiros encerram busca de criança em córrego

    Polícia pode ter mudado estratégia de buscas após encontrar só lixo e cachorros

    © Divulgação
    Menos de quatro horas após a retomada do início das buscas ao corpo de uma criança desaparecida, no Córrego Anhanduí, na altura do Bairro Pênfigo, o delegado titular da Depca (Delegaca Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente, Paulo Sérgio Lauretto, determinou o encerramento das buscas.

    A tenente Juliana Ribeiro, do Corpo de Bombeiros, comunicou apenas a ordem para pôr fim às buscas, mas não deu mais detalhes, apenas que foi uma ordem do delegado, que ainda não se pronuncia sobre a decisão.

    Responsável por um grupo de WhatsApp que divulga ações que possam contribuir na busca da criança, o cabeleireiro Emerson Leguisamon, amigo da família do menino Kauan, os militares encontraram apenas sacos de lixos e restos mortais de cães durante as buscas, e por isso a polícia decidiu mudar a estratégia.

    “Não vamos desistir, vamos procurar nem que seja de madrugada”, afirmou a tia da criança, Irene Andrade, que acompanhava as buscas no Córrego Anhanduí, que começaram no fim do dia de ontem, sexta-feira (21).
    Caso

    ​Kauan Andrade Soares dos Santos, de 9 anos, desapareceu no dia 25 de junho, quando saiu de casa para brincar com amigos. Informações adquiridas pelos parentes dão conta de que Kauan e os amigos estariam cuidando de carros em uma lanchonete no Bairro Cophavila II.

    Já no período da noite, um mototaxista teria visto as crianças e ameaçado chamar o conselho tutelar.

    Com medo, um dos garotos teria pedido para que o mototaxista o levasse de volta para casa. A segunda criança teria retornado a pé e, segundo os dois, Kauan teria permanecido no local.

    A família registrou Boletim de Ocorrência na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Bairro Piratininga e as investigações são feitas pela Depca (Delegaca Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente). Quem tiver alguma notícia do paradeiro de Kauan pode entrar em contato com a família pelos telefones (67) 99338-8493, (67) 99298-6985 ou com a polícia pelo 190.



    Fonte: Midiamax
    Por: Ludyney Moura e Danielle Valentin / Foto: Henrique Kawaminami
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS