Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 17 de julho de 2017

    UFMS vence disputa para sediar a 71ª Reunião Anual da SBPC


    A UFMS será sede, em 2019, do maior evento científico do País, a 71ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. A candidatura foi disputada em Belo Horizonte, no último sábado, 15, com outras três universidades: UFPA, UFRN e UFPR. O evento é o mais importante fórum para a difusão dos avanços da ciência nas diversas áreas do conhecimento, bem como, um dos mais relevantes espaços de debates de políticas públicas para a ciência e tecnologia.

    A Reunião Anual da SBPC é realizada, a cada ano, em um estado brasileiro, sempre em uma universidade pública, com um tema diferente. Para 2019, a UFMS defendeu o tema: Ciência e Inovação nas Fronteiras da Bioeconomia, da Diversidade e do Desenvolvimento Social. De acordo com o Reitor da UFMS, Marcelo Turine, a importância do evento é capital. “Por meio dele, ocorre uma enorme congregação de esforços da comunidade científica brasileira para o enriquecimento acadêmico e cultural da sociedade como um todo, sediá-lo só reforça nosso protagonismo dentro do universo da Ciência brasileira”, afirmou Turine.

    A programação científica da Reunião Anual da SBPC é composta por conferências, mesas-redondas, encontros, sessões especiais, minicursos e sessões de pôsteres. Também são realizadas outras atividades, como a SBPC Jovem (exposição voltada para estudantes do ensino básico e público em geral), a ExpoT&C (mostra de ciência e tecnologia), a SBPC Cultura (apresentação de atividades artísticas regionais e discussões sobre temas relacionados à artes e cultura), a SBPC Afro indígena (conferências e mesas-redondas que abordam esta temática) e, encerrando o evento, teremos mais uma edição do Dia da Família na Ciência. Na semana anterior ao início da Reunião Anual, ocorrerá a SBPC Educação, com atividades voltadas para a atualização de professores do ensino fundamental e médio.

    O professor da UFMS, Ivo Leite, responsável pela articulação da candidatura, lembra que, em 1986, a Universidade sediou uma reunião regional da SBPC. Na época, ele comenta, “nós demos um salto quântico muito grande no envolvimento científico da UFMS com as demais instituições de pesquisa e ciência depois desse momento”. Leite ainda defende que “sediar a Reunião Anual é uma condição importante para que a UFMS possa agregar, demonstrar e, principalmente, dar visibilidade para o nosso potencial científico”.

    Desde sua fundação, em 1948, a SBPC busca, por meio de suas Reuniões Anuais, promover e difundir a ciência, a cultura e a tecnologia no Brasil. Tendo em vista as inúmeras falhas no sistema educacional brasileiro e a falta de convivência dos estudantes com a ciência, as reuniões anuais da SBPC são uma ótima oportunidade para formação dos estudantes e do estímulo à promoção da Ciência. Nos eventos, os alunos, professores e pesquisadores debatem os avanços científicos no território nacional, bem como, aprimora seus conhecimentos.


    Fonte: ASSECOM
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS