Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 14 de julho de 2017

    TRÊS LAGOAS| Fezes das capivaras da Lagoa Maior serão transformadas em adubo orgânico

    A matéria prima que antes era descartada, agora será triturada e usada como adubo no Viveiro Municipal e Áreas Verdes de Três Lagoas

    © Divulgação
    Atualmente a Lagoa Maior, que é um dos principais cartões postais de Três Lagoas, tem uma população de cerca de 160 capivaras que, além de manterem o local sempre capinado, trazem outros benefícios que às vezes são pouco notados como, por exemplo, as fezes que agora não ficarão mais espalhadas pela orla, nas vias de acesso e, principalmente, sobre a pista de caminhada e ainda terão um destino nobre.

    É que a Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agronegócio (SEMEA), passará a coletar essas fezes, triturar, tratar e transformar em adubo orgânico que será utilizado no Viveiro Municipal de Mudas e nas Áreas Verdes do Município, permitindo assim a limpeza completa da lagoa e ainda, reaproveitamento dessa matéria prima que, antes, era descartada.

    Segundo o secretário de Meio Ambiente e Agronegócio, Celso Yamaguti, por dia devem ser coletados, pela equipe de manutenção da SEMEA, mais de 100 quilogramas de estrume de capivara. “Essa ação ainda trará economia para a máquina pública, haja vista que precisamos adquirir adubo industrial. Além disso, hoje em dia é muito complicado encontrar adubo orgânico, pois muitas das fazendas locais deixaram a pecuária e passaram a focar apenas na produção do eucalipto”, ressalta.
    © Divulgação
    Para Mario da Silva, que estava caminhando no local, essa ação é muito boa, pois é algo sustentável. “Achei muito interessante a iniciativa porque além de livrar a lagoa das fezes desses animais, ainda produz adubo orgânico que é melhor para as plantas. Estão de parabéns pela ação”.

    Celso Yamaguti explica que as fezes das capivaras não representam risco a saúde. “Assim como ocorre com os bovinos, as fezes das capivaras são basicamente grama e outras vegetações processadas e muito ricas em nutrientes. Porém, o estrume é muito compacto e por isso vamos adquirir um triturador para que possamos processa-lo juntamente de folhas e pequenos galhos ampliando ainda mais a eficácia do adubo”, explica.

    O mecânico Carlos Henrique, que frequentemente passeia na Lagoa Maior com o filho recém-nascido, diz que é algo admirável. “Gostei da ideia e acho que será um ótimo reaproveitamento desse material. Uma ideia boa e sustentável, muito bom”, afirma.

    BENEFÍCIOS

    O adubo orgânico, além de reduzir o custo de produção de mudas, por exemplo, não coloca em risco o meio ambiente, a saúde das pessoas e, ainda melhora a vida no solo e aumenta a resistência das plantas às doenças, pragas e aos climas adversos. Dentre as inúmeras vantagens da adubação orgânica, destacam-se o aumento da capacidade do solo em armazenar água, diminuindo os efeitos das secas, aumento da população de minhocas, besouros, fungos e bactérias benéficas, dentre outros diversos benefícios.
    © Divulgação

    Fonte: ASSECOM
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS