Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    domingo, 16 de julho de 2017

    TRAGÉDIA| Cena da tragédia e novas informações apontam para confirmação de crime passional

    Morte do casal provoca comoção popular © Divulgação
    Casal de empresários de Chapadão do Sul foi encontrado morto, na manhã deste domingo, 16 de julho, na Rua D, Bairro Esperança, em Chapadão do Sul.

    Uma irmã da vítima disse que foram mortes anunciadas. Ele, Mauricio Fátimo da Silva, 55 anos estava separado da mulher, Angelita Félix da Silva, 48 anos, já a alguns meses. Até os bens do casal já havia sido separado e moravam em casas diferentes, embora na mesma rua do Bairro Esperança.
    © Divulgação
    Quem encontrou os corpos foi o filho do casal, na casa da mãe. Ele mora nos fundos, em um apartamento e acordou de manhã para ajudar no supermercado da família, bem próximo do local, também na Rua D.

    Relata a irmã de Angelita, que as marcas de sangue na parede e a posição dos corpos indicam que ele segurou a mulher pelo pescoço, ao seu lado, atirou na boca e em seguida no próprio ouvido. Ele morreu ainda abraçado com a mulher e próximo dos corpos há um revólver calibre 38.

    Angelita participou de um baile, na sede da Associação dos Moradores do Bairro Esperança, onde foi vista pela última vez, local também na Rua D, quase em frente ao mercado do casal.

    A irmã da vítima disse que ouviu do cunhado que iria matar a mulher e depois se suicidar. Ela também havia comentado sobre suicídio por enforcamento. Segundo um morador das imediações, ela já havia conseguido recentemente medidas protetivas na justiça, contra o ex-marido.

    Os corpos das vítimas deverão ser velados e sepultados em Costa Rica (MS), origem das duas famílias e onde Angelita sempre dizia que era de sua vontade.

    Os sepultamentos deverão ocorrer na manhã desta segunda-feira (17).

    Fonte: Jovemsulnews
    Por: Norbertino Angeli
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS