Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 24 de julho de 2017

    Polícia acha fuzil na casa de suspeito de atentado com 4 mortes

    Brasileiro que mora em Pedro Juan Caballero não foi encontrado; ele mantinha colete à prova de bala e fuzil calibre 5,56 em casa

    Policiais fazem buscas na casa de brasileiro, em Pedro Juan Caballero © Marciano Candia/UH
    Policiais paraguaios fizeram buscas na manhã de hoje na casa de um comerciante e pecuarista brasileiro em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha de Ponta Porã (MS). Jonathan Jimenez é suspeito de participação no atentado que deixou quatro mortos e 11 feridos em uma boate na madrugada desta segunda-feira.

    Chefiados pelo promotor Oscar Samuel Valdez, os agentes de investigação de homicídios encontraram um fuzil calibre 5,56 e um colete à prova de balas na residência localizada no cruzamento das ruas Tenente Herrero e Intendente Carlos Domínguez.

    O brasileiro não foi encontrado no local. A mulher dele informou aos policiais que Jonathan Jimenez estava viajando a trabalho e não saberia informar para onde ele viajou.

    De acordo com o promotor, as investigações preliminares apontam que o brasileiro deu apoio aos atiradores. O carro usado no crime, um Chevrolet Prisma, teria sido visto estacionado na casa do comerciante.

    O fuzil encontrado na casa, no entanto, não teria sido usado na chacina, já que a arma utilizada foi uma submetralhadora calibre 9 milímetros.

    A chacina ocorreu por volta de 3h45 em uma casa noturna que tinah sido inaugurada na noite de ontem. Os alvos seriam os dois homens mortos – Felipe Alves, conhecido como “Filhote”, e o outro ainda não identificado.

    Além deles, morreram Sabrina Martins dos Santos, 25, e Gabriele Oliveira Antonello, 18, as duas moradoras de Ponta Porã. Elas seriam namoradas dos dois homens mortos, apontados como membros do PCC (Primeiro Comando da Capital) e alvos dos tiros. O quarto morto também é brasileiro.

    Onze pessoas ficaram feridas pelos tiros: Valter Ulisses Martins Silva, 21, Leandro Maciel Bittencourt, 21, Denis Kawasoko, Pedro Lucas de Moraes, Carlos Augusto Coronel Freitas, 21, Víctor Inocencio Benítez Rivas, 28, Sergio Javier Orlando, 21, Jessica Paola Romero, Jorge Enrique Yunis 21, Carolina Fernández, 19 e Amado Bazán, 17.

    Fonte: campograndenews
    por: Helio de Freitas, de Dourados
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS