Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    domingo, 9 de julho de 2017

    PODE ISSO? Homem explica como conseguiu tirar foto para a CNH sorrindo

    Mas não foi fácil e, para convencer a atendente, ele precisou dar uma verdadeira aula. “Sentei e lasquei um sorrisão”, conta Felipe na publicação.

    © Reprodução/Facebook
    É unanimidade. Ninguém gosta de foto 3×4 para documento. O ângulo não favorece, sua lua não está em um bom dia, choveu e a chapinha já era… Enfim! O universo conspira contra você sempre que essas benditas fotos têm que ser tiradas. Filipe de Oliveira, 33 anos, decidiu quebrar esse paradigma e agitou a internet ao publicar o resultado.

    Com o post contando a história da “polêmica foto”, eis que o fotógrafo mineiro ganhou as redes sociais. O motivo? Felipe resolveu que sua foto da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) seria sorrindo. E não é que ele conseguiu!?

    Mas não foi fácil e, para convencer a atendente, ele precisou dar uma verdadeira aula. “Sentei e lasquei um sorrisão”, conta Felipe na publicação. A secretária logo o reprimiu: “Sem sorrir, por favor!”. É aí que começa a peleja de Felipe. Sem acreditar na orientação da mulher, ele questiona: “Por quê?”. A atendente diz que o homem não poderia tirar a foto sorrindo por se tratar de um registro para documento oficial.

    Outras pessoas – incluindo a dona da clínica onde Felipe iria realizar o exame – tentaram intervir, informando que se tratava de normas e ele deveria seguir. O mineiro chegou até a questionar por qual motivo não era possível tirar a foto sorrindo e foi quando, segundo a publicação, uma das mulheres argumentou: “Deve ser para facilitar no reconhecimento do rosto pela Polícia Federal”.

    Felipe não aceitou a suposição da mulher e retrucou explicando o que, segundo ele, era o motivo das fotos sorrindo não serem indicadas para documentos: “Antigamente, láaa (sic.) na época da invenção da fotografia, como não existia tecnologia suficiente, as pessoas tinham que ficar muito tempo paradas enquanto a foto estava sendo feita. Às vezes horas, dependendo da iluminação, por isto, se as pessoas sorrissem seria mais fácil de borrar a foto e eles teriam que refazer todo o processo. Então as pessoas tinham que ficar sérias”, explicou.

    Mas Felipe poderia tirar a foto sorrindo? De acordo com a resolução 598/16 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), sim! A norma proíbe uso de bonés, chapéus, óculos e qualquer peça de vestuário que cubra parte do rosto; a cabeça tem que estar reta, não pode haver inclinação para nenhum dos lados; a pessoa tem que estar de frente.

    Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Detran) de Minas Gerais, não existe nenhuma recomendação de que a pessoa deva sorrir ou não na CNH. Todas as fotos enviadas para o órgão passam por uma aprovação e, se algo não estiver dentro dos conformes, o motorista é notificado para refazer.

    A publicação de Felipe já passou das 57 mil reações e 14 mil compartilhamentos. Veja o diálogo completo entre o fotógrafo e as pessoas que estavam na clínica.


    Fonte: NOVA MAIS
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS