Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 11 de julho de 2017

    Joesley e Wesley Batista rejeitam oferta e não vendem Alpargatas

    A J&F possivelmente irá tentar negociar com outros interessados

    © Divulgação 
    A empresa Alpargatas, controlada pelo grupo J&F, estava em processo de negociação com a Cambuhy Investimentos, administradora do patrimônio da família Moreira Salles, e com a Itaúsa Investimentos, mas os irmãos Joesley e Wesley Batista não aceitaram o valor oferecido pelo ativo e decidiram encerrar as negociações.

    De acordo com o jornal O Globo, o Cambuhy e a Itaúsa teriam oferecido inicialmente entre R$ 3,3 bilhões e R$ 3,5 bilhões pelos 86% das ações ordinárias que a J&F detém da Alpargatas. No entanto, os compradores queriam pagar menos. "O Cambuhy também pressionou para baixar o valor do negócio, aproveitando-se do momento de fragilidade da J&F, que precisa fazer caixa para pagar os R$ 10,3 bilhões do acordo de leniência", revelou uma fonte ouvida pela reportagem.

    Um levantamento da Economática aponta que o valor de mercado da Alpargatas é atualmente de R$ 6,5 bilhões. As ações negociadas em Bolsa somam R$ 2,2 bilhões.

    A Alpargatas é considerada um dos melhores ativos do grupo J&F, segundo analistas. A empresa teve alta de 36% no lucro, que chegou a R$ 358 milhões no ano passado.

    A publicação destaca que o acordo de exclusividade para a negociação firmado entre a Cambuhy e a Alpargatas expirou no fim de semana passado. A J&F possivelmente irá tentar negociar com outros interessados. A reportagem tentou contato com a Alpargatas e o fundo Cambuhy, mas as empresas não comentaram o fim das negociações.

    Fonte: NAOM
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS