Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 10 de julho de 2017

    Globo admite crise no Criança Esperança e tenta mudar imagem do projeto

    A emissora falou da queda no número de doações e agirá para melhorar a imagem da campanha

    © TV Globo/ Estevam Avellar
    A Rede Globo resolveu admitir, pela primeira vez, a crise em sua ação social “Criança Esperança”, após 32 anos de campanha em parceria com a Unesco. De acordo com o colunista Daniel Castro, a emissora está tentando mudar a imagem que as pessoas estão tendo do projeto, após a queda admitida de doações.

    Nos vídeos de divulgação, os mobilizadores Lázaro Ramos, Leandra Leal, Dira Paes e Flávio Canto negarão suspeitas de que a emissora desvia verbas, se beneficia do projeto para pagar menos impostos e até de que dá mais dinheiro ao vencedores de “Big Brother Brasil” do que às crianças carentes.

    Uma pesquisa online pediu para os telespectadores deixarem seus maiores questionamentos sobre o “Criança Esperança”, e todas essas perguntas, algumas até agressivas, serão respondidas pelos atores nos comerciais que irão ao ar em agosto, mês que a campanha é colocada em prática.

    Neles, os atores citarão os nomes das pessoas que fizeram as perguntas. “Fernando, você pode acreditar, sim. Cada centavo arrecadado vai todo para os projetos, e é muito fácil descobrir quais são. Basta acessar o nosso site e ir na seção de prestação de contas”, explicará Lázaro Ramos em dos anúncios.

    “Tem uma dúvida aqui da Janaína: ‘Infelizmente esse é o meio da Globo de diminuir sua retenção do Imposto de Renda’. Será, Janaína? Sua doação vai direto para a Unesco, nem passa pela Rede Globo. Não cai nessa não, o dinheiro passa longe da Globo”, dirá a propaganda de Dira Paes.

    Fonte: NAOM
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS