Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 12 de julho de 2017

    Equipe da Lava Jato quer aumentar penas na sentença de Lula

    Procuradores elogiaram sentença de Moro, mas pretendem recorrer de alguns pontos da decisão

    © Ueslei Marcelino / Reuters
    Os procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba elogiaram, nesta quarta (12), a sentença que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas informaram que vão recorrer de alguns pontos da decisão, "inclusive para aumentar as penas".

    Lula foi condenado a 9 anos e 6 meses de prisão, por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá (SP).

    Para eles, a decisão do juiz Sergio Moro demonstrou que havia "um enorme conjunto de provas" a sustentar as acusações, e tem "robusta fundamentação fática e jurídica".

    Os integrantes do Ministério Público Federal ainda rebateram críticas da defesa de Lula, que sustenta que a Lava Jato persegue o ex-presidente. Para eles, são "uma estratégia de diversionismo".

    Os procuradores destacaram, em nota, que têm "cumprido seu papel constitucional no combate à corrupção" e que a atuação do Ministério Público é "apartidária e técnica". Com informações da Folhapress.

    Fonte: NAOM
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS