Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 21 de julho de 2017

    Centro de Prevenção de Dourados realiza primeira edição da ‘Cozinha Experimental’

    © Divulgação
    O município de Dourados, distante 235 km da Capital, recebeu, na noite da última quarta-feira (19), o primeiro curso do programa de prevenção “Cozinha Experimental”. O curso, que seguirá os moldes do que é realizado em Campo Grande e aconteceu no Centro de Prevenção da Cassems em Dourados, teve como tema Risotos. O programa é desenvolvido pela Caixa dos Servidores e tem como objetivo despertar o interesse por uma alimentação saudável, gerando assim, maior qualidade de vida.

    A nutricionista da Cassems de Dourados, Andrea Ebling, conta que o município ganha muito com a chegada da “Cozinha Experimental”. “É um grande presente para nós de Dourados e só vem beneficiar todos os servidores com esse grande projeto que já é um sucesso em Campo Grande. Hoje foi a primeira aula e a gente pretende cada vez mais crescer seguindo os moldes de Campo Grande”, explica a nutricionista.

    Mara Goulart é beneficiária Cassems e está bem ansiosa para colocar em prática as dicas aprendidas no curso. “Achei o curso maravilhoso, porque já tem um tempo que eu queria fazer um curso de risoto, mas aqui em Dourados não tem. Então, a minha mãe veio até a Unidade Regional da Cassems e pegou o folheto de divulgação do curso e eu fiquei muito feliz, liguei e deu certo. Estou saindo daqui muito enriquecida com todos os ensinamentos que tive e, agora, é só colocar em prática o que a gente aprendeu. A Cassems está de parabéns por proporcionar um ambiente desse e por trazer pessoas capacitadas para nos ensinar”, conta Mara.

    Gilene Fernandes Dutra também é beneficiária e tem um motivo bem específico para participar do curso. “Eu gostei muito da ‘Cozinha Experimental’ porque faço reeducação alimentar e me ajudou a repensar minha rotina e fazer pratos que eu já fazia, mas de forma mais saudável”, avalia Gilene.

    Já o beneficiário Neimar Soares está ansioso para a próxima edição do curso. Para ele, “a aula que nós tivemos hoje foi ótima, porque estou saindo daqui com uma boa bagagem e mais conhecimento. O curso está aprovadíssimo e já estou esperando o próximo”, afirma Soares.

    A gerente Regional da Caixa dos Servidores de Dourados, Vera Lúcia de Lima, conta a expectativa dos beneficiários pela estreia do curso no município.

    “Para nós, era uma expectativa muito grande porque nós inauguramos o nosso Centro de Prevenção em maio com tudo funcionando, a hidroginástica, a musculação e o pilates, só faltava a ‘Cozinha Experimental’ e, hoje, estamos realizando a primeira aula oferecendo receitas deliciosas de risoto”, aponta Vera.

    Para a coordenadora da “Cozinha Experimental”, Melissa de Andrade, os cursos realizados em Dourados vão seguir os moldes e o objetivo dos que acontecem em Campo Grande: enriquecer nutricionalmente a dieta dos beneficiários Cassems.

    “Hoje, estamos vivendo a expectativa de um projeto que vem crescendo e o nosso objetivo é trazer para o beneficiário uma alimentação mais prática e objetiva para o dia a dia. A procura tem sido cada vez maior e essa expansão para Dourados é uma realização, porque recebemos muitos pedidos para que isso acontecesse. A Cozinha consegue trazer um pouco mais de qualidade na alimentação, consegue enriquecer nutricionalmente a alimentação do beneficiário no dia a dia sem ser uma coisa difícil, muito elaborada. Então, hoje, no primeiro curso, escolhemos o tema risoto, que é um prato muito prático de se fazer”, avalia Melissa.

    De acordo com o presidente da Caixa dos Servidores, Ricardo Ayache, a “Cozinha Experimental” é muito importante porque ele inspira uma mudança no contexto de alimentação e de saúde.

    “É muito bom estar aqui hoje com o Centro de Prevenção já funcionando. Eu conversei com alguns alunos e eles estão satisfeitos de poder fazer atividade física nesse Centro que está muito bem equipado com academia, hidroginástica, pilates e, agora, iniciando a ‘Cozinha Experimental’. Eu gosto demais desse projeto, porque ele oferece uma mudança de contexto de saúde, que é cuidar da saúde antes que a doença apareça. Isso é prevenção, cuidar da saúde antes que a doença apareça. E esse é o caminho para viver com mais qualidade de vida e de forma saudável. A Cassems está cumprindo esse papel de estimular à prevenção e a promoção à saúde, ou seja, cuidar da nossa qualidade de vida”, pontua Ayache.

    Fonte: ASSECOM
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS