Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 11 de julho de 2017

    BATAGUASSU| Diretor-presidente da Funtrab-MS visita o município

    © Micael Nunes
    O diretor-presidente da Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul (Funtrab), Wilton Acosta, esteve no dia 30 de junho, em visita ao município de Bataguassu.

    Na ocasião, Acosta prestigiou o encerramento da Oficina de Formação em Economia Solidária com a entrega de certificados aos alunos participantes. A atividade desenvolvida na Câmara de Vereadores do município nos dias 29 e 30 de junho foi uma ação é da Funtrab, por meio do projeto MS Solidário em parceria com a Prefeitura de Bataguassu, através da Secretaria Municipal de Assistência Social.
    © Micael Nunes
    O diretor-presidente esteve ainda na Casa do Trabalhador (Ciat) em reunião com o vice-prefeito de Bataguassu, Akira Otsubo (PMBD), com o gerente da Casa do Trabalhador, Enivaldo Vieira Marques e com a secretária municipal de Assistência Social, Ana Nely Castello Branco Sanches.

    Entre os assuntos, Acosta salientou a necessidade de melhorias na estrutura física do Casa do Trabalhador para um melhor atendimento aos candidatos às vagas de emprego além de oferecer capacitação aos servidores da agência. Outro ponto abordado foi a disponibilização de oferta de crédito pessoal para empreendedores através do banco Cred Qualy.

    OFICINA

    Sobre a Oficina de Formação em Economia Solidária, o supervisor do projeto MS Solidário, Romeu Olivério Schaeffer, responsável por ministrar a atividade em Bataguassu explicou que o conceito de economia solidária tem sido nos dias atuais uma alternativa para a geração de emprego e renda em que grupos constituem empreendimentos econômicos.

    Schaeffer esclareceu que no ano passado um seminário sobre o assunto teve como objetivo promover uma sensibilização a respeito do conceito no município que tem como público-alvo produtores rurais de agricultura familiar, grupos urbanos (artesãos e outros), quilombolas e indígenas. O objetivo é contribuir para a superação da extrema pobreza local, fomentando a geração de renda.
    © Micael Nunes
    Durante os dias de formação, foram repassados informações na teoria e na prática sobre o conceito de economia solidária e seus empreendimentos; Produção, Comercialização, Consumo e Finanças Solidárias; Microcrédito, Bancos Comunitários, Clube de Trocas, Fundos Rotativos; Fórum Brasileiro e Estadual de Economia Solidária; Central de Comercialização; Identificação dos Empreendimentos Econômicos Solidários; Constituição de um Núcleo de Contato de Economia Solidária.

    O supervisor lembrou que a próxima etapa do programa oferecerá uma oficina de designer para melhorar o acabamento e apresentação de produtos. Na sequência, serão formados 10 grupos que farão a exposição desses produtos já melhor formatados em uma feira regional em Ivinhema e posteriormente em uma feira estadual, em Campo Grande. “A economia solidária é a abertura de novas oportunidades de emprego e renda”, considerou ele.

    A secretária municipal de Assistência Social, Ana Nely Castello Branco Sanches, durante o evento, agradeceu a presença dos participantes e comentou que foram mobilizadas para a atividade pessoas que já exercem alguma ofícios como artesãos e agricultores familiares.

    Ana destacou a importância da oficina diante das informações e suporte técnico oferecido na data para capacitação e aprimoramento dos produtos desenvolvidos pelos empreendedores.

    Ao final, a secretária agradeceu ainda ao Governo do Estado, através do Funtrab pela parceria, já que ações como essa são positivas no sentido de contribuir para a geração de renda das pessoas.

    Fonte: ASSECOM
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS