Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 10 de julho de 2017

    ALMS promove sessão solene em homenagem aos 50 anos de Projeto Rondon

    Parlamento Estadual e Associação Rondonista homenagearão 23 personalidades que contribuíram com o Projeto Rondon nestes 50 anos

    © Divulgação
    A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul promove, na noite desta terça-feira (19:30 horas), sessão solene em comemoração aos 50 anos do "Projeto Rondon". A sessão foi proposta pelo deputado estadual Onevan de Matos e contará com a participação da prof. Marilena Dias Barreto dos Reis, presidente da Associação Estadual dos Rondonistas de Mato Grosso do Sul – Projeto Rondon/MS.

    Cinquentenário 

    O Projeto Rondon foi criado pelo Governo Federal, na década de 60, com o objetivo de levar jovens acadêmicos, notadamente da área da Saúde, a municípios e regiões carentes do Brasil, despertando consciência crítica frente às diversas realidades nacionais.

    Idealizado pelo professor Wilson Choeri, da então Universidade Estadual da Guanabara (UERJ), o nome do projeto homenageou o histórico Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon – bandeirante do século XX.

    No dia 11 de julho de 1967, 30 universitários da UEG, UFF e PUC/RJ, sob a coordenação do prof. Omir Fontoura, viajaram para Rondônia – na denominada "Operação Zero da Associação Nacional dos Rondonistas – Projeto Rondon" – e realizaram a primeira viagem do programa.

    Missão 

    Os universitários pioneiros trouxeram consigo da viagem o ideal "Integrar para não Entregar", o qual se tornou lema do Projeto Rondon, notadamente nas atividades desenvolvidas no decorrer dos anos.

    "O Projeto Rondon tem como objetivo contribuir para a formação dos universitários como cidadãos conscientes e comprometidos com a construção de uma sociedade mais justa e solidária. Promover a integração nacional e internacional por meio da participação ativa de estudantes universitários e instituições de ensino superior nas diversas localidades do Brasil e de outros países e aprender a lidar com as diferenças e reconhecer o valor do ‘outro’", explicou a prof. Marilena Dias Barreto dos Reis.

    Nos dias atuais, o Projeto Rondon integra diversas pastas do Governo Federal, como os Ministérios da Defesa; Educação; Desenvolvimento Social e Agrário; Saúde; Meio Ambiente; Integração Nacional; Esporte e a Secretaria de Governo da Presidência da República, bem como ampliou a atividade acadêmica para outras áreas do conhecimento, mantendo o objetivo de desenvolver cidadania de estudantes universitários e das comunidades que recebem a ação social.

    Homenagens 

    A Assembleia Legislativa e a Associação Estadual dos Rondonistas de Mato Grosso do Sul homenagearão 23 (vinte e três) personalidades de Mato Grosso do Sul que contribuíram/contribuem para o crescimento e fortalecimento do Projeto Rondon no Estado.

    Os homenageados são: Ueze Elias Zahran (empresário); Pedro Chaves dos Santos Filho (senador); Nylson Reis Boiteux (Coronel do Exército); Wellington Corlet dos Santos (Coronel do Exército); Luiz Octávio Barros Coutinho (Contra-Almirante da Marinha); Ricardo Carlos (reitor da UCDB); José Ronaldo Teixeira (professor); Luiz Henrique Valverde (professor); Arthur Martin Lopes (Coronel do Exército); Luiza da Rocha Vieira (professora); Ronilda Fernandes da Rocha (professora); Wilson José Arruda Rodrigues (Capitão do Exército); Marcos Marcelo Trad (prefeito de Campo Grande); Gerson Menandro Garcia de Freitas (General do Exército); José Carlos Braga de Avellar (General do Exército e Comandante do CMO); Félix Balaniuc (professor); Elza Lima de Souza Mansano (professora); Carlos Henrique dos Santos Justino (acadêmico); Marcos Antônio Costa (professor); João Rocha (presidente da Câmara de Campo Grande); Carlos Shigueyoshi Aguni (médico); Luiz Carvalho de Farias (Tenente-Coronel do Exército); Onevan de Matos (deputado estadual).


    Fonte: ASSECOM
    Por: Fernando Ortega
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS