Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 8 de junho de 2017

    TRÊS LAGOAS| Igreja Peniel realiza a 13ª Festa de Inverno em julho

    © Reprodução
    A Igreja Peniel realiza, de sexta-feira, 7 de julho, até domingo, dia 9, a 13ª Festa de Inverno Peniel, um dos mais tradicionais e concorridos eventos evangélicos de Três Lagoas (MS), com a perspectiva de receber mais de quatro mil pessoas por noite. Todos os recursos arrecadados serão destinados ao Desafio Jovem Peniel

    O evento tem objetivo de arrecadar recursos para manutenção do Desafio Jovem Peniel, programa de recuperação de dependentes que atende a cerca de 50 homens e 20 mulheres, gratuitamente.

    Nos três dias de evento serão promovidas apresentações de música gospel em diversos estilos, espetáculos de dança, teatro, desfiles de moda masculina, feminina e infantil, jump, street dance, além de testemunhos de conversão, fé e de como Deus tem agido na vida das pessoas.

    Também tradicional no evento, é a praça de alimentação, que tem como carro-chefe a batata recheada, além de pastelão, doces, lanches, pizza, espetinho, cascata de chocolate dentre outros.

    A entrada na Festa de Inverno é gratuita e é um grande evento para toda a família, devido ao ambiente e segurança.

    Um evento que consta no calendário oficial de eventos do município, o que, para nós, representa o reconhecimento da importância desta festa para toda a população, seja ela evangélica ou não. Aliás, não é um evento que se destina apenas ao público evangélico.

    Além disso, a Festa de Inverno da Peniel, vem proporcionar momentos de adoração, louvor e gratidão a Deus por todas as bênçãos que tem derramado sobre a vida da igreja, da cidade e de sua população.

    Desafio Jovem Peniel

    É uma instituição sem fins lucrativos, para a qual são destinados os recursos arrecadados durante a Festa de Inverno. Neste ano, ampliou-se o atendimento, passando também a contar com uma casa de recuperação feminina, única na região de Três Lagoas.

    A casa feminina está localizada no Bairro Vila Alegre, anexa ao centro de triagem masculina, e já conta com cinco alunas (as residentes para o programa de recuperação são chamadas de alunas). A diretoria da instituição, que trabalha com homens há mais de 30 anos no município, tomou a iniciativa de fundar o outro centro de atendimento devido à crescente procura para tratamento de mulheres, público que vem crescendo entre os dependentes em drogas e álcool no município e região.



    Fonte: ASSECOM
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS