Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    17/06/2017

    Ministro nega pedido de Aécio para que plenário decida sobre prisão

    Senador afastado queria retirar caso da Primeira Turma do STF, mas Marco Aurélio Mello manteve determinação

    © Geraldo Magela/Agência Senado
    O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou pedido do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) para que o pedido de prisão preventiva do tucano fosse julgado pelo plenário da Corte e não pela Primeira Turma. Mello é relator do inquérito que investiga o parlamentar no STF. As informações são do jornal O Globo.

    O advogado Alberto Toron, que defende Aécio, afirmava que a análise do pedido de prisão é uma questão “da mais alta relevância e gravidade” e que, portanto, o assunto deveria ser enviado ao plenário da Corte. Na decisão, Marco Aurélio afirma que "o desfecho desfavorável a uma das defesas é insuficiente ao deslocamento".

    Ainda segundo o jornal, a tendência da Primeira Turma é de rejeitar o pedido de prisão, mas manter o afastamento de Aécio do Congresso. A defesa do parlamentar pediu retorno ao exercício do mandato, do qual foi afastado em maio por determinação do ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato. O julgamento no STF está previsto para a próxima terça (20).


    Fonte: NAOM
    Link original: https://www.noticiasaominuto.com.br/politica/402889/ministro-nega-pedido-de-aecio-para-que-plenario-decida-sobre-prisao
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS