Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sábado, 17 de junho de 2017

    Ministro nega pedido de Aécio para que plenário decida sobre prisão

    Senador afastado queria retirar caso da Primeira Turma do STF, mas Marco Aurélio Mello manteve determinação

    © Geraldo Magela/Agência Senado
    O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou pedido do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) para que o pedido de prisão preventiva do tucano fosse julgado pelo plenário da Corte e não pela Primeira Turma. Mello é relator do inquérito que investiga o parlamentar no STF. As informações são do jornal O Globo.

    O advogado Alberto Toron, que defende Aécio, afirmava que a análise do pedido de prisão é uma questão “da mais alta relevância e gravidade” e que, portanto, o assunto deveria ser enviado ao plenário da Corte. Na decisão, Marco Aurélio afirma que "o desfecho desfavorável a uma das defesas é insuficiente ao deslocamento".

    Ainda segundo o jornal, a tendência da Primeira Turma é de rejeitar o pedido de prisão, mas manter o afastamento de Aécio do Congresso. A defesa do parlamentar pediu retorno ao exercício do mandato, do qual foi afastado em maio por determinação do ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato. O julgamento no STF está previsto para a próxima terça (20).


    Fonte: NAOM
    Link original: https://www.noticiasaominuto.com.br/politica/402889/ministro-nega-pedido-de-aecio-para-que-plenario-decida-sobre-prisao
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS