Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    12/06/2017

    LÍNGUA PORTUGUESA - Professor Fernando Marques




    Texto 19 do livro "Como Ser Feliz, a partir de hoje"!
      
    5.2.2 A quem e como agradecer

    Faça mensalmente uma lista do que você pode doar e tenha sempre à mão, na sua casa, o livro mais importante da sua vida: a sua própria obra; o seu especial caderno, preenchendo-o com os motivos que geraram e que geram gratidão em cada etapa da sua vida.  Imprima a expressão “LIVRO DA GRATIDÃO” e cole na capa.
    Agradeça a DEUS por você existir;
    Por seus ancestrais dos quais você foi originado;
    Por seu pai e a por sua mãe, independentemente de quem sejam conviventes ou separados; vivos ou falecidos;
    Às pessoas que lhes prestaram apoio no ato do seu nascimento;
    A quem plantou a semente do algodão, a quem colheu os frutos, a quem os transportou, a quem elaborou o tecido, a quem confeccionou e a quem fez chegar até você a sua primeira fralda, o seu primeiro lençol e a sua primeira roupa;
    A quem limpou e amparou o seu corpo frágil quando você era indefeso ou indefesa infante;
     À sequência de pessoas que obtiveram a matéria-prima, que fabricaram o seu berço, sua mamadeira, seus medicamentos, seus sapatinhos, suas toalhas, seus aposentos, seus banhos, seus alimentos, seus cadernos, seus livros;
    Às pessoas que seguraram a sua mão quando você aprendia ficar de pé, aos seus professores e a cada pessoa que se mostrou amiga. Assim, reviva cada gesto gentil ou generoso, da sua chegada a este mudo até o presente momento, percebendo que, dos seus avós, seus familiares a todas as demais pessoas que, direta e indiretamente, contribuíram, contribuem e contribuirão para a sua vinda, suas experiências, sua estada neste planeta;
    Mostre a sua gratidão pela oportunidade do seu trabalho, por sua diretoria ou por seus patrões, ou ainda por seus funcionários;
    Tenha gratidão por quem limpou as suas vestes e por quem preparou o seu alimento e o seu leito.   
    Entenda que, da sua chegada até mesmo após a sua partida, incontável é a quantidade de anjos que DEUS colocou na sua jornada para os dóceis cuidados com o seu corpo e com a dignidade da sua existência.
    Sinta gratidão por estar lendo esse livro, por saber ler ou ouvir, por poder respirar, pelo fato de ter vida.
    Amplie as suas emoções positivas dando o devido valor às dádivas recebidas.
    Pela Gratidão, celebre o passado, o presente e o futuro, aceitando a abundância, as alegrias da prosperidade e a plenitude da felicidade.
    Faça a sua lista de gratidão; escreva o seu diário a partir do sublime dever de honrar pai e mãe, lembrando-se de que a sua vida é repleta de coisas pelas quais deve agradecer.
    Agradeça pelo amanhecer, pelos pratos e talheres sujos, pelo barulho dos animais, pelos cumprimentos recebidos, pelos sorrisos manifestados e pelos conseguidos, pelos pássaros observados, pela chuva, pelo vento à sua volta, por sua respiração, pela distância caminhada, pela saúde, pelo silêncio, pela noite, pelo abrigo noturno, pelo sol, pelas flores, pelas árvores, pelas pessoas que neutralizam a solidão, pelo isolamento necessário, pelas orações, pelos ensinamentos obtidos e pelos transmitidos, pelo pedido de perdão, pela homenagem manifestada e pela recebida, pela oportunidade de poder doar e pela oportunidade de receber presentes, dinheiro, elogios, carinhos, agradecimentos, cortesia e atenção.       
    Vivencie a gratidão de forma permanente, tendo a compaixão, o perdão e a generosidade como atributos imprescindíveis para a sua sublime felicidade. 

    Continuação na próxima semana. 
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS