Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 9 de junho de 2017

    Energisa dá dicas para um arraial com segurança


    Essa época do ano é sempre sinal de muita festa, afinal, os arraiais espalhados por Mato Grosso do Sul fazem parte da nossa cultura. Mas para que todos brinquem sem colocar a vida em risco, a Energisa preparou algumas dicas importantes para você curtir sua festa com segurança. Confira:

    - Ao fixar adereços como bandeirinhas ou balões de ar, mantenha distância dos postes;

    - Não amarre fios, cabos ou enfeites na rede elétrica;

    - Somente adultos devem manusear fogos de artifício. Os fogos podem provocar queimaduras graves e, se atingirem a rede elétrica, podem causar curto-circuito, interrompendo o fornecimento de energia para a localidade;

    - Ao fazer uma fogueira, observe a distância da rede elétrica. O fogo ou o calor em excesso podem danificar cabos e estruturas, causando curtos-circuitos e interrupção de energia;

    - Não solte balões. Além de ser crime, eles podem causar grandes acidentes, principalmente se caírem dentro de subestações ou sobre redes elétricas;

    - Mantenha sempre a distância de segurança de, no mínimo, dois metros abaixo ou lateralmente às redes elétricas, principalmente quando for manusear peças e vergalhões, por exemplo;

    - Não faça ligações clandestinas. O risco de acidente é grande e pode ser fatal;

    - Não sobrecarregar equipamentos em uma mesma tomada, pois há risco de curto-circuito;

    - Se beber não dirija, pois há risco de acidente no trânsito que pode danificar postes e risco de curto-circuito;

    É fundamental ficar atento à segurança, para garantir a diversão e evitar riscos de descargas elétricas. Por isso, não utilize materiais condutores de energia, não se aproxime da rede elétrica e procure uma pessoa habilitada para fazer as instalações.

    Fique atento e em caso de acidentes ou fios caídos ao chão, não se aproxime, ligue imediatamente para a Energisa pelo 0800 722 7272.

    Com segurança o seu arraial vai ser só alegria!


    Fonte: ASSECOM
    Por: Leonardo Barbosa
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS