Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    18/06/2017

    Cabeça e braço levados de corpo um dia após funeral são encontrados na fronteira

    Estavam em decomposição

    © Divulgação
    A Polícia Nacional Paraguaia foi chamada na tarde deste domingo (18) depois que moradores da fronteira de Ponta Porã com Pedro Juan Caballero encontraram uma cabeça e um braço em avançado estado de decomposição. A suspeita é que os membros sejam de Júlio Cardoso, de 72 anos, brasileiro que teve o túmulo violado no dia 18 do mês passado.

    O idoso, que morreu de insuficiência renal aguda, foi sepultado no dia 17 de maio em um cemitério da cidade paraguaia. No dia seguinte, o túmulo foi violado e ele teve a cabeça e o braço direito levados pelos autores.

    Nesta tarde, moradores do Bairro São Geraldo encontraram exatamente um braço e uma cabeça, em avançado estado de decomposição, em uma área desabitada da região. A polícia acredita que se trate do mesmo caso. Na época do crime, os investigadores levantaram hipóteses de vingança contra a família do idoso e bruxaria.

    Segundo o site Porã News, agentes da Divisão de Homicídios e da Policia Técnica da Policia Nacional de Pedro Juan Caballero foram ao local e investigam o caso. As partes do corpo de Júlio foram entregues para familiares, que deverão realizar um novo enterro no cemitério municipal da cidade. (Foto: Porã News)

    Fonte: Midiamax
    Por: Geisy Garnes
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS