Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 20 de junho de 2017

    APARECIDA DO TABOADO| Primeiro vestibular da UAB/UEMS ocorrerá em breve

    © Divulgação
    A Prefeitura Municipal de Aparecida do Taboado comemora a concretização do polo de ensino superior à distância instalado no município. A Universidade Aberta do Brasil/Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UAB/UEMS), localizada na Escola Municipal João Chama, terá, em breve, o seu primeiro vestibular.

    De acordo com a secretária municipal de Educação, Maria Margarida de Matos, o prefeito Robinho Samara não mediu esforços para trazer cursos de ensino superior de graduação e pós-graduação para a cidade, e, após o Município atender a todas as exigências do Ministério da Educação (MEC) para a implantação de cursos à distância, o sonho se torna uma realidade. A Prefeitura investiu cerca de R$ 200 mil para ampliar o prédio e fazer todas as adaptações necessárias.

    Joaquim Donizete de Matos será o coordenador da UAB/UEMS. O polo conta com uma secretaria, biblioteca acadêmica, sala dos professores e coordenadores, direção, sala de informática e sala de multiuso.

    A UAB/UEMS terá, inicialmente, cursos de graduação sendo: bacharelado em administração pública e licenciatura em pedagogia; e pós-graduação sendo: especialização em gestão pública. Todos os cursos são gratuitos, devido o programa firmado entre o Governo Federal, Governo Municipal e UEMS.

    Na semana passada, em Brasília-DF, foi assinado o convênio para a abertura da UAB/UEMS. Na última terça-feira foi publicada a autorização para iniciar as aulas e nesta semana uma equipe técnica trabalha na instalação dos computadores na Universidade. Segundo informou o coordenador, o edital do processo seletivo está sendo elaborado pela UEMS, o vestibular está previsto para o mês de julho e o início das aulas para o mês de agosto.

    Outro quesito destacado como vantajoso tanto para o Município quanto para os munícipes é que com a criação do polo UAB/UEMS a Administração Municipal irá ter uma significativa economia para os cofres públicos, além da comodidade de atender os universitários em seu próprio município, pois diariamente são cerca de 500 universitários se deslocam para estudar em diversos municípios da região com o apoio da Administração Municipal.


    Fonte: ASSECOM
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS