Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 18 de maio de 2017

    TRÊS LAGOAS| Em Brasília Guerreiro busca recursos para obras sociais e infraestrutura

    © Divulgação
    O Prefeito de Três lagoas, Ângelo Guerreiro esteve em Brasília esta semana participando da XX Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios e fazendo reivindicações junto aos órgãos federais. Após evento dos prefeitos com o Presidente Michel Temer, Guerreiro participou de reunião promovida pela Confederação Nacional dos Municípios sobre assuntos importantes como o consórcios intermunicipais, a busca de soluções comuns para reduzir as desigualdades urbanísticas sociais, troca de experiências mundiais em vários setores incluindo saúde.

    A Caixa Econômica Federal apoia as iniciativas com produtos, serviços e suporte técnico durante todo o processo de contratação das PPPs através de parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Guerreiro participou de encontro dos prefeitos com os presidentes, do Senado, Eunício Oliveira, e da Câmara, Rodrigo Maia.

    Na plenária sobre reforma da Previdência e Tributária, votações de projetos de interesse dos municípios como a PEC 188, MP 759, e o veto à Lei de reforma do ISSQN que vai à votação na próxima semana, estavam presentes oito senadores e 10 deputados federais. O veto é sobre a arrecadação do ISS no local de consumo do serviço. 

    ASSISTÊNCIA SOCIAL

    Ainda em Brasília, o Chefe do Executivo de Três Lagoas tratou também sobre a retomada de investimentos e recursos para a Assistência Social destinados para Proteção Social Básica; Serviços de Convivência; Alta Complexidade (verbas para casas de acolhimento, asilos, etc) e Média Complexidade (Centro POP, CREAS, Abordagem Social, etc).

    Guerreiro conseguiu destravar, junto ao Ministério de Assistência Social, recursos no valor de R$ 1,87 Milhão. Conforme Guerreiro, projetos serão desenvolvidos de forma emergencial e os recursos serão destinados para o Programa Proteção Social, Serviços de Convivência, alta e média complexidade (Casas de acolhimento, Centro Pop, CREAS, Abordagem Social, etc).

    “No início do mandato conseguimos identificar esses recursos que estavam travados por causa de falta de ação, de movimentação desde julho do ano passado. Aproveitamos a viagem á Brasília para continuar as nossas investidas no sentido de recuperar esses recursos. Conseguimos identificar onde eles se encontram travados, vamos fazer um plano de ação com projetos, conforme a orientação dos técnicos, para resgatar esses valores. São quase dois milhões de reais que ajudarão a assistência social em Três Lagoas”, disse Guerreiro.

    Fonte: ASSECOM
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS