Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 17 de abril de 2017

    ​​No domingo Páscoa, um bebê nasceu em uma UTI móvel da CCR MSVia

    © Divulgação
    Na manhã deste domingo (16), equipes do Serviço de Atendimento ao Usuário – SAU, da CCR MSVia, auxiliaram o nascimento de mais um bebê. O parto aconteceu no estacionamento do Hospital Regional de Campo Grande, dentro da viatura R-10, uma UTI móvel do SAU.

    Segundo o Centro de Controle Operacional da CCR MSVia, a mãe, Tayla Hemilli Brizolla Pereira, de 22 anos, trafegava pela rodovia quando parou na Base 09 do SAU, localizada no km 427,1, em Anhanduí, para pedir auxílio.

    A equipe de Atendimento Pré-hospitalar do SAU constatou que a mãe estava em trabalho de parto e deslocou-se com ela a bordo de em uma Unidade de Resgate da Concessionária sentido Campo Grande. Na altura do km 455, no posto Platinão, a parturiente foi transferida para uma UTI Móvel do SAU, sendo acompanhada pelo médico da Concessionária, Kléber Cunha, em direção ao Hospital Regional.

    Porém, não houve tempo para dar entrada na maternidade. Já no estacionamento do Hospital, a bebê Heloise nasceu dentro da viatura, com o apoio do médico, do socorrista Eduardo Luís de Souza e da enfermeira Pricila Rosa. Em seguida, mãe e filha foram entregues aos cuidados da equipe médica do hospital.

    Segundo Stephen Reverdito, coordenador médico do SAU da CCR MSVia, o serviço prestado pelas equipes da Concessionária foi fundamental para amparar a parturiente e garantir que o trabalho de parto acontecesse em boas condições.

    “Mais uma vez demonstramos na prática a importância do trabalho de Atendimento Pré-hospitalar para os usuários da BR-163/MS”, disse o médico. “Um serviço que vai continuar sendo oferecido ao longo de toda a rodovia, de Mundo Novo a Sonora”.

    SAU - Criado pela CCR MSVia para atender exclusivamente aos motoristas, passageiros e pedestres que transitam pela BR-163/MS, o SAU envolve cerca de 500 colaboradores no total, dos quais, 259 estão no APH – Atendimento Pré-hospitalar (35 deles são médicos).

    As equipes estão distribuídas por 17 Bases Operacionais e operam em regime de turnos para dar assistência na rodovia 24 horas por dia, todos os dias da semana. Essas equipes contam com uma frota composta por 12 ambulâncias-resgate, 05 unidades móveis de terapia intensiva, 08 guinchos pesados, 17 guinchos leves, 19 inspeções de tráfego e 11 caminhões de serviço, entre outros.


    Fonte: ASSECOM
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS