Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 18 de abril de 2017

    Em Naviraí, 6 pessoas são presas por envolvimento com o tráfico de drogas

    Cinco mulheres e um homem foram presos na cidade. (Foto: Divulgação)
    Seis pessoas, sendo cinco mulheres e um homem, foram presos na manhã de hoje (18) em Naviraí - distante 366 km de Campo Grande, dentro da Operação Desdita, desencadeada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

    Contra todos haviam mandados de prisão preventiva expedidos pelo juiz Mário José Esbalqueiro Júnior, da 2ª Vara de Execução Penal de Campo Grande, e cumpridos com auxílio dos policiais do Batalhão de Choque.

    Junto com os presos, foram encontradas porções de drogas em pelo menos três endereços diferentes. Os nomes não foram divulgados, mas a princípio, todos têm ligação com o tráfico de drogas e a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

    Operação 

    Desencadeada hoje, o Gaeco cumpre 24 mandados de prisão preventiva e 14 mandados de busca e apreensão em Campo Grande, Dourados, Naviraí, Brasilândia e Ponta Porã.

    Nos presídios, os mandados foram cumpridos com apoio da Agepen (Agência Penitenciária Estadual). Um dos pontos é a penitenciária feminina Irmã Irma Zorzi, em Campo Grande.

    A ofensiva é realizada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) em parceria com a PM (Polícia Militar), por meio da Dintel (Diretoria de Inteligência) e batalhões do Choque e Bope.

    Resultado de ações realizadas em 2016, os principais líderes foram transferidos neste ano para presídios federais. O nome da operação não foi explicado, mas desdita significa falta de sorte, infortúnio e fracasso. A operação Desdita terá coletiva de imprensa às 15 h no MPE, no Parque dos Poderes.


    Fonte: campograndenews
    por: Priscilla Peres e Rafael Ribeiro
    Imprimir

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS