Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 20 de abril de 2017

    Deputado Coronel David inicia luta para convocação dos remanescentes da Agepen

    Segundo a Agepen, o quadro de agentes atualmente é de 1.412 servidores para custodiar 15.373 presos

    © Divulgação
    Nesta quarta-feira (19), o deputado estadual Coronel David (PSC) recebeu em seu gabinete o presidente da Comissão dos Remanescentes do concurso da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), Diego Aranda, em busca de apoio na convocação dos remanescentes do certame.

    De acordo com Diego, a procura pelo deputado Coronel David foi resultado do empenho e atuação do parlamentar nas articulações com o Executivo Estadual, onde já foram convocados 200 dos 435 formados na primeira turma. “O deputado mais uma vez foi muito receptivo com os representantes dos remanescentes do último concurso da Agepen de Mato Grosso do Sul. Firmou mais uma vez o seu compromisso com a comissão e todos os aprovados que aguardam o curso de formação. Hoje saímos satisfeitos com a atenção recebida, pois confiamos no trabalho do deputado e esperamos que seu esforço seja retribuído para que nossa convocação ocorra em breve”, destacou Diego.

    O deputado Coronel David reforçou que desde o início do ano atendeu prontamente os aprovados da Agepen, ouvindo todas as reivindicações e se comprometeu em continuar um diálogo com o Governo para que os remanescentes sejam chamados o mais rápido possível. “Recebi com muita alegria o Diego Aranda e quero destacar que já tenho um compromisso longo com os aprovados da Agepen. Logo que tivermos uma resposta efetiva do Governo do Estado para convocar e nomear todos os 435 aprovados que fizeram o curso de formação, iniciaremos a nossa luta com os remanescentes. A batalha continua e podem contar com o meu apoio e consideração com esta causa”, afirmou o deputado.

    O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assinou no dia 6 de abril um decreto nomeando duzentos aprovados nesta primeira etapa, com previsão de 120 até o final de maio e outros 90 dentro do prazo legal estabelecido pelo certame. Segundo a Agência Penitenciária de Mato Grosso do Sul – AGEPEN, o quadro de agentes atualmente é de 1.412 servidores para custodiar 15.373 presos com 7.327 vagas, ou seja, um déficit de 112% no Mato Grosso do Sul.


    Fonte: ASSECOM
    Por: Taciane Peres
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS