Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 19 de abril de 2017

    Bruno volta a ser absolvido por corrupção de menor no caso Eliza

    Absolvição diz respeito ao aliciamento do então menor Jorge Luiz Rosa, primo do goleiro

    © DR
    Bruno Fernandes foi absolvido, mais uma vez, do crime de corrupção de menor nesta quarta-feira (19). O caso voltou a ser analisado pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Desembargadores da 4ª Câmara Criminal endossaram a decisão que exime o goleiro do Boa Esporte de culpa em relação à acusação de aliciamento de menores no assassinato de Eliza Samudio, cuja primeira conclusão ocorreu em setembro de 2011.

    À época, segundo a juíza Marixa Fabiane Lopes não havia provas suficientes para condenar os réus do aliciamento do primo do goleiro Bruno, Jorge Luiz Rosa, que, aos 17 anos, teria participado do sequestro e da morte de Eliza. O pedido de revisão foi feito pelo Ministério Público junto ao Supremo Tribunal de Justiça, por entender que "a configuração do crime de corrupção de menores não exige a prova da efetiva corrupção do menor".

    Bruno, que está com 32 anos, cumpriu seis anos e três meses de prisão pela morte e desaparecimento do corpo da ex-modelo Eliza Samudio, com quem tem um filho. Ele foi condenado a 22 anos e seis meses de reclusão, mas solto em fevereiro deste ano graças a liminar STF. A justificativa é o goleiro ainda não foi julgado em segunda instância.


    Fonte: NAOM

    Link original: https://www.noticiasaominuto.com.br/justica/375495/bruno-volta-a-ser-absolvido-por-corrupcao-de-menor-no-caso-eliza
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS