Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    domingo, 9 de julho de 2017

    SAÚDE| Seis hábitos que podem prejudicar a fertilidade masculina

    Um em cada oito casais tem dificuldade em engravidar. Num terço dos casos o problema é masculino.

    Um em cada oito casais tem dificuldade em engravidar. Num terço dos casos o problema é masculino. © iStock

    A maior parte das pessoas está mais preocupada em prevenir a gravidez, mas quando o casal finalmente decide ter um filho, apercebe-se que, muitas vezes, este projeto não é tão fácil de realizar como imaginava.

    De acordo com a ONG norte-americana Resolve um em cada oito casais tem dificuldade em engravidar. E num terço dos casos o problema é masculino.

    Ajay Nangia, especialista em infertilidade masculina e professor de urologia na Universidade do Kansas nos Estados Unidos, contou à edição norte-americana da revista Men’s Health que “a contagem normal de espermatozoide diminuiu nas últimas décadas”.

    E destaca que há hábitos comuns que podem ter algumas responsabilidade nos casos de infertilidade masculina. Conheça-os na galeria de imagens acima.
    Guardar o telemóvel no bolso. De acordo com uma revisão britânica de dez estudos, a radiação emitida pelos telemóveis pode provocar danos no ADN do esperma e o calor do smartphone pode aumentar a temperatura do escroto e prejudicar a produção de esperma. © ISTOCK
     Exagerar no consumo de álcool. O consumo excessivo de álcool está relacionado com baixos níveis de testosterona, baixas contagens de esperma e menor quantidade de espermatozóides saudáveis, segundo um estudo dinamarquês. © PIXABAY

     Stressar-se. Homens com altos níveis de stress têm um esperma de pior qualidade em comparação com os homens que sentem menos stress, segundo um estudo norte-americano. © ISTOCK
    Comer mais carnes processadas do que peixe. Estudo de Harvad concluiu que os homens que comem mais peixe - especialmente peixe rico em ómega 3 - apresentavam melhores contagens e níveis de esparmatozóides do que os que não comiam peixe ou, ainda pior, os que comiam mais carnes processadas. © ISTOCK
    Ficar acordado até tarde. Estudo publicado na revista Fertility & Sterility sugere que os homens que dormem menos de seis horas por noite têm menos 31% de probabilidades de engravidar as suas parceiras do que os que dormem sete ou oito horas por noite. © ISTOCK 
    Fazer sexo com lubrificante. Outro estudo publicado na Fertility & Sterility mostrou que os lubrificantes com o KY podem prejudicar a motilidade dos espermatozóides e, consequentemente, dificultar a possibilidade de haver uma gravidez. © ISTOCK


    Fonte: NAOM
    Link original: https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle/726561/seis-habitos-que-podem-prejudicar-a-fertilidade-masculina?&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_campaign=buffer&utm_content=lifestyle



    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS