Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

    Presa professora acusada de matar ex-vereador com dois tiros em 2005

    Ex-vereador José José Sotolani Viscardi foi assassinado em casa e acusada nunca assumiu autoria do crime

    Ex-vereador foi morto em 2005 com dois tiros (Foto: Nioaque On-line)

    Foi presa por volta das 18h de quarta-feira (30), em Nioaque, distante 179 Km de Campo Grande, a professora Neuzimar Almeida Viscardi, 50 anos, acusada de assassinar o marido, o ex-vereador José Sotolani Viscardi, em 2005, com dois tiros, enquanto o homem assistia televisão.

    A acusada foi julgada em outubro de 2010 e condenada a 18 anos de prisão, mas nunca assumiu a autoria do crime. Segundo a titular da Delegacia de Polícia Civil do município, Joilce Silveira Ramos, a professora aguardava em liberdade recurso impetrado junto ao STF (Superior Tribunal Federal). "Ela seguia a vida normalmente, inclusive continuava dando aulas, mas com a mudança de entendimento do STF ela passará a cumprir a pena", conta a autoridade policial.

    A detenção foi solicitada pela Justiça do município, com base na decisão de 5 de outubro deste ano, quando o STF declarou a constitucionalidade do Artigo 283 do CPP (Código de Processo Penal). O entendimento é de que a execução da pena após condenação em segunda instância pode ser cumprida sem qualquer impedimento. 

    Neuzimar estava na escola em que ministra aula quando recebeu a ordem de prisão, os policiais esperaram o encerramento das aulas para não gerar constrangimento aos alunos. Ela está em uma cela isolada da delegacia de Nioaque, mas deverá ser transferida para Bonito, onde há celas femininas. "Posteriormente ele deverá ser encaminhada para Rio Brilhante ou Campo Grande, para cumprir a pena", conta a delegada Joilce.

    A defesa da acusada já entrou com pedido de habeas corpus junto ao STF.



    Fonte: campograndenews
    Por: Elci Holsback
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/cidades/interior/presa-professora-acusada-de-matar-ex-vereador-com-dois-tiros-em-2005

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS