Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

    Obras no Morenão começam sexta e devem ficar prontas em 5 semanas

    O Estádio Morenão está interditado desde setembro de 2014 (Foto: Arquivo)

    A primeira etapa das obras de reforma do Estádio Morenão, interditado desde setembro de 2014 pelo Ministério Público Estadual, será iniciada nesta sexta-feira, dia 02, e deve ser concluída em no máximo cinco semanas, anunciou nesta tarde o reitor da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), professor Marcelo Augusto Santos Turine, depois de assinar convênio de cooperação com a FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul). O cronograma prevê instalação de corrimãos nas escadarias, elevação de guarda-corpos nas muretas e sinalização de saídas de emergência.
    O reitor da UFMS, Marcelo Turine, na assinatura do acordo de cooperação com o presidente da FFMS, Francisco Cezário de Oliveira, nesta tarde (Foto: PNS)

    “Desde o momento em que assumi a UFMS, no dia 8 de novembro, não tive dúvida de abrçar o Morenão como uma causa importante por tudo que o estádio representa para o esporte não apenas em Campo Grande, mas em todo o nosso Estado”, declarou Turine. Em seu discurso, destacou que o documento assinado por ele em nome da Universidade, e o presidente da FFMS, Francisco Cezário de Oliveira, tem o apoio assegurado do Governo do Estado. “Isso aqui não é um convênio, é uma parceria entre a Universidade, a Federação e o Governo, que vai trazer de volta o nosso Morenão”, garantiu.

    O presidente da Fundesporte (Fundação Estadual de Esporte e Lazer), Marcelo Miranda, também era esperado no evento, mas conforme revelou seu representante, o professor Sílvio Lobo Filho, diretor-executivo da instituição, o titular da pasta teve que viajar para o Rio de Janeiro. “O Marcelo teve que viajar para uma agenda no Rio. Por isso não pode vir”, declarou.

    Já o presidente da FFMS disse que aposta na liberação do Morenão para a disputa do Campeonato Estadual de 2017. A competição terá sua primeira rodada no dia 29 de janeiro, e o dirigente avalia que a primeira etapa da obra, a ser iniciada nesta sexta-feira, deve liberar até o dia 10 de janeiro pelo menos 16 mil lugares no estádio, incluindo arquibancada coberta e cinco mil cadeiras.

    “O prazo final para a apresentação dos laudos liberatórios dos estádios do campeonato será o dia 10 de janeiro, até lá temos que ter em mãos o parecer do Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária”, comentou Cezário.
    O arquiteto e coronel do Corpo de Bombeiros, Joaquim Lopes, detalhou as obras no evento desta tarde (Foto: PNS)

    A execução das obras será coordenada pelo arquiteto e coronel do Corpo de Bombeiros, Joaquim Lopes, que também esteve presente na assinatura do acordo de cooperação. Segundo ele, na parte de campo será feita uma proteção do fosso com guarda-corpo para evitar que as pessoas caiam lá embaixo, e em todas as escadas e rampas de acesso o guarda-corpo será ampliado, além da instalação de corrimão.

    “No setor da arquibancada coberta vamos ampliar o guarda-corpo em 10 centímetros e nas rampas externas a ampliação será de 20 centímetros, e vamos instalar lâmpadas e placas de sinalização nas saídas do estádio”, detalhou o arquiteto. Isso tudo para atender as exigências passadas pelo Corpo de Bombeiros”, ressaltou.


    Fonte: campograndenews
    por: Paulo Nonato de Souza
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/esportes/obras-no-morenao-comecam-amanha-e-devem-ficar-prontas-em-5-semanas

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS