Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

    Coluna do Roberto Costa



    PEQUENA NOTÁVEL I – Aos 16 anos ela resolveu dar um tempo no sonho e aos 19 anos reapareceu com o pensamento focado na música sertaneja. Promete ser a mais nova revelação sul-mato-grossense dos últimos tempos. 

    PEQUENA NOTÁVEL II – Dani Santana está se preparando para ingressar na carreira artística e assim elevar ainda o nome de Mato Grosso do Sul no cenário nacional como estádio prodígio de talentos.

    ÁGUA LIMPA I – Em 7 de outubro de 2018, se não acontecer nenhum imprevisto de última hora, André Puccinelli e/ou Simone Tebet representará o PMDB na disputa pelo Governo do Estado.

    ÁGUA LIMPA II – Em sendo Puccinelli o indicado, a atual administração sabe que terá dificuldade de fazer um comparativo e convencer tucanamente a maioria do eleitorado a se manter na caravana.

    É POSSÍVEL – Quando esteve na Câmara Federal, Fábio Trad desempenhou com proficiência a função que lhe fora delegada pelo povo. É provável que em 2018 coloque seu nome à disposição do eleitor.

    COMOÇÃO – A população brasileira, especialmente a do município de Chapecó (SC), continua não acreditando na tragédia aérea que vitimou os jogadores da Associação Chapecoense de Futebol.

    REELEIÇÃO – O deputado estadual Oswaldo Mochi Junior (Jr Mochi), do PMDB, será reconduzido pela maioria para o exercício de mais um mandato na presidência da Assembleia Legislativa.

    CONFIRMADO – O vereador Chiquinho Telles exercerá o papel líder do prefeito Marquinhos Trad na Câmara Municipal. É quando ficaremos sabendo se politicamente o mesmo está preparado.

    CONGRESSO – Por conta votação que obteve quando disputou à prefeitura de Campo Grande, a vice-governadora Rose Modesto deverá ser indicada pelo PSDB para disputar uma das oito cadeiras na Câmara Federal.

    INDISPONÍVEL I – O juiz da 7ª Vara Federal do Rio, Marcelo Bretas, responsável pela força-tarefa da Operação Lava Jato no Estado, determinou o bloqueio de bens imóveis de Adriana Ancelmo, mulher de Sérgio Cabral.

    INDISPONÍVEL II – O bloqueio é extensivo ao escritório de advocacia Ancelmo Advogados, de propriedade dela. O magistrado atendeu ao pedido do Ministério Público Federal (MPF).

    CONGELADO I - A Justiça Federal em Curitiba determinou o bloqueio dos bens das empreiteiras Odebrecht e OAS, empresas investigadas na Operação Lava Jato. 

    CONGELADO II – As construtoras deverão depositar mensalmente em juízo a quantia de 3% do faturamento, valor referente ao percentual de propina que teria sido cobrada em contratos da Petrobras.
    “O cansaço físico, mesmo que suportado forçosamente, não prejudica o corpo, enquanto o conhecimento imposto à força não pode permanecer na alma por muito tempo.” Platão

    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS