Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 1 de novembro de 2016

    Transporte de peixe durante a piracema só é liberado com lacre da PMA

    Sem lacre, pescado pode ser apreendido (Foto: PMA)

    A partir de sábado (5) estará proibido pescar em todos os rios de Mato Grosso do Sul. Quem tiver pescado pescado antes do prazo, deve ficar atento para as regras de transporte dos peixes. Antes de pegar estrada é preciso procurar a PMA (Polícia Militar Ambiental) e emitir um documento.

    A legislação delimita que em MS só se pode tirar dos rios dez quilos mais um exemplar de peixe. Além disso, há tamanhos mínimos de acordo com capa espécie. Saiba mais clicando aqui.

    Porém, a partir do dia 5 é totalmente proibida a pesca. Quem estiver pescado antes disso e for transportar o peixe deve procurar uma unidade da PMA e fazer o lacre do produto, que consiste em registrar o que está levando, as espécies e tamanhos.

    A PMA emite um documento, lacra os produtos e assim, o pescador pode pegar estrada. Mas, para isso, cobra taxa de R$ 24,39 por pessoa. Ou seja, se um grupo de cinco pessoas estiver com pescado, cada um precisa pagar o valor.

    Além disso, o lacre só é feito após o pagamento do boleto e apresentação do mesmo à PMA. Nas viagens, o pescador deve estar portando a autorização Ambiental de Pesca Desportiva e o Guia de Controle de Pescado fornecida pela Polícia Ambiental.

    Piracema 

    A primeira fase da Piracema começou hoje em MS, com a proibição da pesca em três rios, Paraná, no Paranaíba e no Aporé. A segunda fase começa no próximo dia 5 e se estende para todo o Estado.




    Fonte: campograndnews
    Por: Priscilla Peres
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/meio-ambiente/transporte-de-peixe-durante-a-piracema-so-e-liberado-com-lacre-da-pma


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS