Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 24 de novembro de 2016

    Sinpol e ACP são os campeões da ‘9ª Copa Saúde Cassems de Futebol Society’

    Nesta edição, 22 equipes participaram da competição que teve uma média de 4 gols por partida.

    foto: Ernesto Franco

    A nona edição da “Copa Saúde Cassems de Futebol Society” chegou a final na noite desta quarta-feira (23) sagrando como campeões as equipes do Sinpol e ACP. Pela categoria Veterano, as equipes do Sinpol e Seguranças Patrimoniais empataram em 2 a 2 no tempo normal e o time dos policiais civis sagrou-se campeão na disputa por pênaltis. Já na categoria Livre, o time da ACP bateu o Bombeiros/Projecalc por um a zero e conquistou o tricampeonato da competição. Os jogos da final foram disputados no clube de campo da ACP.

    Neste ano, a Copa Cassems contou com a participação de 22 equipes que disputaram aproximadamente 130 jogos em mais de dois meses de competição. O atleta do Sinpol, Jorge Mauro, destaca o esforço dos atletas da sua equipe para chegarem ao título.

    “Para disputar cada rodada, nós tivemos que vir de Aquidauana e voltar depois do jogo. A cada viagem, pedíamos proteção para que chegássemos bem. Sempre fomos confiantes e apesar das dificuldades, conseguimos armar um bom time e está aí o resultado”, afirma Jorge.

    O técnico do Sinpol, Ozimir Lopes, também salienta o esforço da equipe, não só pela logística, mas também pela dificuldade do campeonato.

    “A base do nosso time veio de Aquidauana. Nós estreamos na copa com uma derrota, mas conseguimos classificar. Então, eu falei para o time que o campeonato começava agora, porque até então a luta era para classificar. Hoje transcorreu tudo dentro do que queríamos. O time adversário tem uma forte marcação e nós não poderíamos ter pressa em chegar ao gol, ele sairia naturalmente e abrimos 2 a 0. No segundo, após marcarmos o segundo gol, eles imprimiram uma correria e nós entramos no jogo deles, porque o nosso jogo é de toque de bola e fomos para a correria deles e não aguentamos, até porque, nós viajamos 140 km para vir jogar aqui”, analisa Lopes.

    Para o jogador do time dos Seguranças Patrimoniais, Fábio Roberto Mota Soares, a sua equipe pecou pela falta de entrosamento. “A gente arrumou o time de última hora, eu me machuquei no primeiro jogo, mas a gente cresceu durante a competição e conseguimos chegar até a final. Para o ano que vem, nós vamos nos preparar mais para tentar novamente fazer uma campanha boa”, explica Soares.

    Jairo da Silva, que foi o autor do gol da vitória da ACP e, consequentemente, do título, destaca a tática da sua equipe para vencer a final. “Foi um jogo muito difícil, os Bombeiros vieram com uma marcação forte, mas o nosso time usou a tática certa para chegar ao gol. Eu recebi uma bola redonda, fui feliz e marquei o gol da vitória”, conta da Silva.

    O atleta da equipe dos Bombeiros/Projecalc, Rodrigo Decknis, explica que um erro decidiu a partida contra o seu time. “Mais um ano a Copa Cassems mostrou que é um campeonato forte. Nós sabemos que a nossa equipe tem um grande potencial, mas também sabíamos que a final seria decidida nos detalhes. A gente errou uma marcação e nesse pequeno erro que cometemos eles marcaram o gol da vitória. Ano que vem nós vamos buscar o título novamente”, avalia Decknis.

    Para o presidente da ACP, Lucilo Nobre, a Copa Cassems desperta hábitos saudáveis nos participantes e se destaca também pela organização. “Foram dois grandes jogos na final da Copa deste ano e a ACP tem o orgulho de sediar a competição. Apesar da competitividade, o que vale é a atividade esportiva e uma competição saudável. Quero parabenizar toda a organização, a diretoria da Cassems e, independentemente do resultado, temos também que parabenizar todos os atletas que participaram da Copa”, elogia Nobre.

    De acordo com o organizador da Copa Cassems, Wilson Xavier, se o campeonato é um sucesso, isso acontece devido ao empenho de todos os envolvidos. “Quero agradecer ao presidente da Cassems, Ricardo Ayache, pelo incentivo que ele dá a prática esportiva. Também preciso agradecer as entidades sindicais, aos atletas que participaram e a todos que nos ajudaram nesse período da competição. Foi uma copa extremamente disputada, com índice técnico alto e isso se deve ao envolvimento de todos”, analisa Xavier.

    O vice-presidente da Cassems, Ademir Cerri, destaca o nível técnico da competição e a vocação que a Copa tem de confraternizar os servidores públicos estaduais. “A Copa Cassems é uma confraternização entre os servidores de Mato Grosso do Sul da forma mais prática que é o lazer. É a primeira vez que eu tenho a oportunidade de participar da final do campeonato, porque geralmente estou ausente de Campo Grande. A Copa está cada vez mais profissional e já tem time se preparando para a edição do ano que vem”, afirma Cerri.

    Para o presidente da Cassems, Ricardo Ayache, a cada edição, a Copa Cassems coloca o seu nome entre os eventos esportivos do Estado.

    “Hoje, estamos realizando mais uma final da Copa Cassems. Nesta edição, aconteceram jogos muito disputados que trazem mais do que uma vitória de um time ou do outro, mas, principalmente, a importância da prática esportiva e a confraternização que o esporte proporciona. A participação de mais de 20 equipes comprova que a Copa já é um sucesso entre os servidores públicos e já está no calendário dos eventos esportivos do Estado”, pontua Ayache.



    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS