Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 21 de novembro de 2016

    Santa Casa será responsável por Organização de Procura de Órgãos no Estado

    Divulgação

    A partir do dia 18 deste mês foi homologado pela CIB (Comissão de Intergestores Bipartite) a transferência da OPO (Organização de Procura de Órgãos) do Hospital Regional para a Santa Casa. A OPO congrega grupos de coordenação regional sob responsabilidade do estado, e os mesmos são responsáveis por organizar e apoiar o processo de doação e transplantes no âmbito de sua área de atuação.

    Sendo o hospital com maior envolvimento com potenciais doadores e realização de transplantes, que retorna neste mês, a Santa Casa passar a ser nas próximas semanas a nova sede da OPO. A partir da aceitação dos membros da comissão, passou a ser homologada a transferência para o hospital. Nos próximos dias deve ser publicada uma portaria de autorização para que os serviços comecem a funcionar de dentro do hospital para todo o Estado.

    A Organização de Procura de Órgãos da Santa Casa irá atender as ofertas de potenciais doadores na capital e no interior do estado, primeiramente, em Três Lagoas e Dourados. O intuito da Santa Casa é pactuar metas de estimativa de público, aumento de doadores por número de pessoas da população, aumento no números de transplantes e outros. 

    A intensão da gestão com a OPO no hospital é organizar o processo de doação e transplantes, atendendo os chamados de outros hospitais e cobrindo os da CIOPS (Centro Integrado de Operações de Segurança) em ocorrências adversas em vias. Ana Paula Silva das Neves, coordenadora da CIHDOTT (Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante), afirma que a transferência da OPO para o hospital é muito positiva. “Será muito bom, trará uma grande autonomia ao nosso trabalho, além de vários benefícios para os cidadãos e para o hospital”. 



    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS