Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 1 de novembro de 2016

    Prefeito de Maracaju participa de reunião na Sanesul para discutir Plano Municipal de Saneamento Básico

    Serão investidos R$ 7,8 milhões na ampliação do sistema de esgotamento sanitário da cidade

    Reunião foi realizada na sede da Sanesul

    O prefeito de Maracaju, Maurílio Azambuja, participou de reunião com o diretor-presidente da Sanesul, Luiz Rocha, e equipe técnica da Empresa, para tratar do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB) do município. A reunião faz parte de uma série de encontros realizados na Sanesul com prefeitos das cidades atendidas pela Empresa, com o objetivo de adequar os investimentos em esgotamento sanitário, conforme a Lei Federal do Saneamento Básico (Lei 11.445/07), de acordo com os investimentos propostos pela Sanesul e as necessidades da população, identificados a partir de audiências públicas realizadas para elaboração do PMSB.

    O Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Integrado das Bacias dos Rios Miranda e Apa (CIDEMA), por meio de consultoria contratada, está realizando as audiências públicas para a elaboração dos Planos Municipais de Saneamento Básico, dentre eles Maracaju.

    “Apresentamos para o prefeito, durante a reunião, os investimentos realizados em Maracaju, e a obra de ampliação do sistema de esgoto que será executada na cidade, na qual serão investidos cerca de R$ R$ 7,8 milhões, entre recursos do Governo Federal via Funasa (Fundação Nacional de Saúde) e Sanesul”, explicou o diretor-presidente Luiz Rocha.

    A obra de ampliação do sistema de esgoto contempla a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto, com capacidade para tratar 50 litros de esgotos por segundo e duas estações elevatórias. O valor do investimento é de R$ 7,8 milhões sendo R$ 6,3 milhões oriundos do Governo Federal/Funasa e R$ 1,5 milhão do Governo do Estado por meio da Sanesul.

    Da Sanesul, participaram da reunião, realizada na última quarta-feira (26) na sede administrativa da Empresa, além do diretor-presidente, o assessor Edgar Bento, a gerente de Projetos, Maria de Lourdes Tapparo, o engenheiro ambiental, Renato Caceres e o gestor de projetos de água, Nereu Fontes. Da consultoria contratada pela CIDEMA participaram Regina Duarte, e da Prefeitura de Maracaju o secretário de Obras, Edmilson Alves Fernandes e Denis Lopes, coordenador de Meio Ambiente.




    Fonte: ASSECOM
    Por: Larissa Almeida


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS